29 de mar de 2016

Ação dos Guardiões no Mundo – O Desespero das Trevas: As Recentes Missões dos Guardiões pelo Mundo




Nos dias 23 e 24 de março (há menos de uma semana) vivenciei duas experiências projetivas bem intensas, que estão intimamente ligadas com o atual cenário político brasileiro e também com as transformações políticas e sociais na América do Sul e central, descritas nos livros “Brasil o Lírio das Américas” e complementadas no livro “Armagedoom 2036”.

Para aqueles que ainda não leram os dois livros ou não acompanham o blog há muito tempo, aconselho a leitura das 10 profecias certeiras feitas desde 2013 já apontando a queda do atual governo e o processo de transformações profundas no Brasil e Américas quando médium algum sequer cogitava que o populismo chegasse ao fim no Brasil e na América do Sul. Eis as 10 profecias:


As 7 profecias sobre a transformação do Brasil desde 2013:

As 3 profecias sobre a transformação do Brasil e o entendimento sobre o "homem do cavalo branco":

De forma bem simplificada, os dois livros apontaram para um cronograma estipulado até 2036 pelas equipes de guardiões que atuam a nível mundial, cronograma este que apontou o período de 2012 à final de 2017 como um tempo de profunda transformação no Brasil, América do Sul e Central com a queda dos governos populistas intimamente ligados às forças trevosas, exatamente o que vimos na Argentina e mais recentemente no Brasil, Venezuela, Bolívia, Guatemala e Cuba, todos eles sofrendo duros golpes nos projetos populistas.

O cumprimento destes relatos, desde 2013 até o dia hoje comprova a autenticidade do cronograma trazido pelos guardiões Anik e Jeremias, ou seja, que eles realmente atuam a nível mundial, realmente tem contato com as diretrizes do Grande Conselho e, acima de tudo, que o auge dos eventos será 2036.

Se alguém, médium ou não, disser que existe alguma outra data para o auge dos eventos (2018, 2019, 2080, 2300) que não seja 2036, pode ter certeza que não está de acordo com o único cronograma trazido pelos guardiões do mundo, cronograma que se encerra em 2036 e que já foi profetizado há mais de 2 mil anos (vide o estudo completo do Sermão Profético e a profecia dos 70 periodos de Daniel citada por Jesus descrito de forma completa no livro “Armagedoom 2036”)

Obviamente que a perda de poder traz raiva e desespero para as forças trevosas, pois os guardiões estão cumprindo exatamente o que foi programado para a América do Sul: os principais feudos umbralinos responsáveis pelo controle de grandes estruturas governamentais na região estão sendo destruídos um a um, o que não significa que focos de resistência deixem de existir da noite para o dia.

O primeiro deles, dentro desse cronograma, foi o feudo no complexo de Chichen Itzá, ao final de 2012, com o aprisionamento do mago negro Kukulkan (o relato completo está nos capítulos VII e VIII do livro “Brasil o Lírio das Américas), eis um pequeno trecho de como foi a batalha e de como o mago negro se apresentava:

“– Veja: a malta dos trevosos concentrou enorme defesa ao redor da pirâmide Kukulkan, tanto por terra como dezenas de naves protegendo a grande serpente.

– Precisamos imediatamente nos aproximar, faltam poucos segundos para o efeito do pulso energético chegar ao fim – bradou Jeremias ao grupo dentro da cabine.

No topo da pirâmide eu avistei uma gigantesca serpente verde e escura, rajada, com linhas vermelhas muito escuras e brilhantes e com os olhos totalmente brancos. Seu tamanho era descomunal, aparentava algo entre 80 a 100 metros entre as duas extremidades do seu corpo. Montado na serpente estava o mago das trevas que controlava aquela região, um gigante careca ligado a serpente por numerosos fios fluídicos, com o corpo robusto todo banhado em sangue, nu, vestido apenas uma capa escarlate com o capuz sobre as costas.

Envolta da serpente, terríveis flashes de luz vermelha e escura como o sangue eram emitidos com cenas de todos os sacrifícios sanguinolentos de crianças e pessoas que o povo daquela região ofertava “aos deuses”, em realidade ao próprio mago das trevas que controlava aquela região há tempos.         

Nos museus da América Central, como por exemplo, no Museo Del Templo Mayor no México é possível ter uma pálida idéia, a partir de quadros e pinturas, de como eram sangrentos esses sacrifícios humanos. Tais mortes forneciam vasto combustível ectoplasmático para o mago trevoso e para a serpente que ele havia construído mentalmente. Como o ectoplasma é uma substância branca e vaporosa semelhante em seu formato a uma nuvem, tal entidade ficou conhecida entre os povos da região como a serpente emplumada que na língua maia significa exatamente Kukulcan, nome que o próprio mago da escuridão ostentava.

No topo da pirâmide, conectado fluidicamente a serpente e ao mago das trevas, era possível perceber que o campo de força ou foco central da grande egrégora da “profecia 2012” estava cada vez mais fraco, pulsando cada vez mais lentamente e emitindo raios cada vez menos intensos. (Brasil - o Lírio das Américas, páginas 196 e 197)

Um novo 18 de maio para os antigos revolucionários franceses

Desde então, ao final de 2012, várias missões dos guardiões, obedecendo ao cronograma do Grande Conselho até 2036 e mais especificamente até o final de 2017 para a América do Sul e Central, foram realizadas, tendo por objetivo fortalecer o engajamento popular no combate a corrupção, ao fortalecimento da democracia e, sobretudo na queda de governos populistas (tudo isso está nos livros e relatado no blog nas 10 profecias citadas no início deste texto, isso desde 2013). Agora que estamos há menos de dois anos deste prazo se encerrar, o cumprimento de todo o cronograma trazido pelos guardiões Anik e Jeremias está muito claro e exato.


DEPARTAMENTO DE INTELIGÊNCIA DOS GUARDIÕES

Além deste cronograma, os guardiões Anik e Jeremias responsáveis pelas missões em solo brasileiro, trouxeram recentemente no livro “Armagedoom 2036” um detalhado relato sobre como, especificamente no Brasil, os magos negros estruturaram seu centro de poder, explicando que junto a milhões de antigos revolucionários franceses reencarnados em solo brasileiro, veio um grupo com atuação espiritual e também entre os encarnados, ligados aos antigos jacobinos da Revolução Francesa e aos bolcheviques da Revolução Russa e que atuam sobre os governos populistas da América do Sul, prioritariamente o Brasil.

Além dos guardiões, outras “peças” estão presentes neste xadrez que é a guerra espiritual nas dimensões física e astral do planeta, entre essas “peças” temos equipes governamentais (Stargate e Drakon) que já atuam com “soldados possuidores de visão remota”, um projeto que existe desde os anos 90 em solo americano (descrito nos arquivos 777 do livro Brasil o Lírio das Américas e vastamente nas pastas 2 e 3 do livro Armagedoom 2036) e também em solo russo, sendo que alguns membros desses dois projetos, um passo muito além da guerra cibernética, estão trabalhando diretamente com os guardiões pela união de Estados Unidos e Rússia contra a ameaça profética da “Besta do Apocalipse” ou “o último dos quatro cavaleiros” (tema vastamente estudado em mais de 400 páginas de estudos proféticos no livro A Bíblia no 3º Milênio) que representa a união na década de 30 da China com os grupos mais radicais do mundo islâmico, uma força muito mais poderosa do que o atual estado islâmico.  

Sobre a ação do Departamento de Inteligência dos Guardiões em relação ao cronograma kármico do Brasil o pequeno resumo extraído do livro “Armagedoom 2036” ajuda a compreender melhor a questão:

“O Departamento de Inteligência dos Guardiões diretamente ligado à colônia Triângulo da Paz, também tem realizado minuciosa pesquisa e acompanhamento das questões kármicas ligadas a alguns grupos encarnados no Brasil, sobretudo de antigos espíritos ligados a Revolução Francesa e aos fariseus em seu passado kármico e que atualmente ocupam algumas posições de proeminência na sociedade brasileira, a nível político e religioso e infelizmente, em boa parte, controladas por milícias umbralinas que agem de forma intensiva no plano astral do Brasil.

Voltando a minha atenção para Anik e Jeremias, postados diante da mesa tecnológica que projetava a imagem holográfica de uma pirâmide no deserto, recebi as primeiras informações da guardiã russa:

– Estudaremos as origens kármicas das principais comunidades umbralinas que atualmente estão localizadas no astral inferior do Planalto Central, José. A compreensão do que será exposto aqui ajudará os encarnados do Brasil a compreenderem o atual cenário da política brasileira, bem como todo o processo depurativo que os guardiões estão e estarão realizando na terra do Cruzeiro de Sul de forma mais ativa até o final de 2017.

Os dois guardiões começaram a partir daquele momento as explicações sobre o tema, enquanto gradativamente a pirâmide holográfica projetada sobre a mesa se transformava no Palácio do Planalto, envolto em pesadas nuvens negras, descarregando raios sobre a edificação em conjunto a uma chuva viscosa à semelhança do lodo:

O projeto Brasília foi estruturado pela espiritualidade superior desde o seu início com o objetivo de reavivar o mesmo projeto milenar que um dia foi tentado nas terras do Nilo: criar um centro político nacional, que em um segundo momento seria estruturado também a nível estadual e municipal, criando um amplo sistema interligado e organizado de forma hierárquica que abrangesse todo o território da nação.

Muitas das almas que atuaram negativamente contra o projeto inicial da nação do Nilo, impedindo que o Egito adotasse o monoteísmo e integrasse os escravos hebreus de forma justa a sua sociedade e assim colocassem fim a escravidão, atuam de forma intensiva exatamente no astral inferior de Brasília. São almas que não aceitam os valores democráticos

Acrescentando um pouco mais de dificuldade nesse cenário, temos entre os antigos revolucionários franceses reencarnados no Brasil uma grande parcela de antigos jacobinos extremistas que buscam reacender posturas extremistas e antidemocráticas no seio de alguns partidos políticos, notadamente de ideário de extrema esquerda, inclusive alguns que adotam um discurso mais suave de social democracia.

Os outros dois fazem parte do mesmo projeto, rastreado nos últimos 20 anos pela equipe do Stargate, assim como pela equipe de guardiões a qual estou ligado, como Projeto Jacobinos”. É um grupo de espíritos que atuou maciçamente, entre encarnados e desencarnados na época da Revolução Russa, junto aos bolcheviques, tentando implantar a ditadura do proletariado.

– José, a Renascença e, sobretudo, o Iluminismo foram os principais gatilhos para profundas transformações, que influenciaram não apenas o processo de libertação da colônia americana como também do fim da monarquia na França, inspirando o gérmen de novas idéias em relação aos direitos do ser humano. Especificamente na França o processo da Revolução foi muito sangrento, tanto na época controlada pelos jacobinos como em seguida, quando o “general jacobino” traiu o grupo que o apoiava e se aliou a alta burguesia (girondinos) para estabelecer um governo totalitário por 10 anos, centrado na exaltação da sua figura pessoal e em guerras contra o resto da Europa. Tais mudanças, porém, foram fundamentais não apenas para retirar a nobreza do poder como também mostrar a força da população, um processo que culminou quase trinta e seis anos após o fim do reinado de Napoleão com a constituição francesa de 1848 sob a égide do lema liberdade, igualdade e fraternidade. Se considerarmos o início desse processo com o ideário iluminista até a chegada da revolução de 1848, teremos um período de quase 80 anos, bem semelhante ao período ou “curso intensivo” que o Brasil está vivenciando desde os anos 30 no seu processo de construção de valores republicanos.” (Armagedoom 2036, trechos nas páginas 68, 77,78,79, 92, 120, 121)


EXPERIÊNCIAS PROJETIVAS NOS DIAS 23 E 24 DE MARÇO

Resumindo o que foi exposto até aqui: há uma missão em curso na América do Sul e Central organizada pelos guardiões a nível mundial e que se encerra ao final de 2017 tendo por objetivo desmantelar governos populistas e estimular a participação e fiscalização popular, mais engajada na vida política e social. Ao mesmo tempo a valorização da democracia e do bem estar econômico e social (social democracia, bem diferente de socialismo, populismo ou de capitalismo selvagem) e o combate à corrupção aparecem como as metas dessa missão envolvendo o resgate kármico de antigos egípcios e franceses revolucionários reencarnados em solo brasileiro.

Ajudando-me a compreender as experiências que narrarei nos próximos parágrafos, Jeremias trouxe alguns apontamentos nos dias posteriores àquelas experiências (as afirmações entre parênteses são apontamentos pessoais que visam ajudar na melhor compreensão das informações trazidas pelo guardião)  

– José, as trevas não perdem tempo. O orgulho e a megalomania impedem que entidades poderosas do submundo astral aceitem grandes derrotas, por mais evidentes que elas sejam. Após todo o processo ocorrido durante e após a Revolução Francesa, com a queda da nobreza francesa, a ascensão e queda de um ditador (Napoleão) e por fim a vinda de uma constituição em 1848 pautada dos valores de liberdade, igualdade e fraternidade vinda através de um movimento popular liberal. Exatamente no mesmo ano, como um contragolpe a esse movimento, surgiu o manifesto comunista de 1848, defendendo valores como, por exemplo, um partido único, ditadura (do proletariado), invasão de propriedades privadas, estímulo à luta violenta de classes, valores opostos à fraternidade e a maior liberdade econômica e a democracia e que foi o gérmen para movimentos terríveis, como a subida ao poder de Lênin e Stálin que trouxeram milhões de mortes. Várias células, tanto no mundo espiritual como no mundo físico aliaram-se, ideologicamente a esse ideário e após grande expansão na URSS (depois Rússia), China e Cuba a meta do “projeto jacobinos” buscou sua expansão através do populismo, sobretudo na América do Sul, diminuindo gradativamente os dispositivos democráticos através da corrupção e aparelhamento ideológico do Estado com o objetivo de fortalecer um partido único ou simplesmente uma ideologia (peronismo na Argentina, por exemplo) ou uma liderança forte (Chavez na Venezuela) formas diferentes de tentar acomodar os princípios do manifesto comunista dentro de frágeis democracias, substituindo a expansão violenta pela doutrinação ideológica (notadamente o modelo de Gramsci). Essas células formam um grupo transnacional, a nível global, que apesar de interesses particulares e idéias diferentes trabalham pelo mesmo projeto, com um modus operandi muito parecido e que representa, em última instância, uma tentativa de alguns magos negros poderosos unirem forças para que não apenas tenham maior poder de ação a nível global, respeitando os feudos (áreas de atuação no astral) que pertencem a esse grande grupo evitando confrontos entre si e ao mesmo tempo possam contar com maior poder de ação para combater os guardiões e combater todo o cronograma da Transição Planetária.

As informações trazidas pelo gigante guardião com seus 2,40 metros explicavam a tentativa desesperada das trevas que eu vislumbrei em duas experiências projetivas e, sobretudo, qual a estratégia que as forças umbralinas traçaram para combater a ação dos guardiões e a vitória inevitável da luz entre os anos de 2016 e 2017. 


DIA 23 – A REUNIÃO NA PIRÂMIDE DO PLANALTO CENTRAL



Utilizando-se da mesma tecnologia moderna do astral descrita, sobretudo no capítulo 17 do livro “A Bíblia no 3º Milênio” e no relato sobre o imperador romano encarnado no Brasil descrito no livro “Armagedoom 2036”, Anik e Jeremias trouxeram até mim, projetado na colônia espiritual do Triângulo da Paz (maiores informações entre as páginas 69 e 73 do livro “Armagedoom 2036”), um arquivo tridimensional do Akasha: nesses arquivo, quando o médium os acessa é como se entrasse em uma realidade paralela. Todos os acontecimentos em um determinado local e horário são gravados tridimensionalmente e quando o arquivo é aberto, a pessoa está literalmente dentro daquela situação, observando o local e as pessoas como se estivesse participando daquela realidade, mas sem poder interagir com as pessoas e nem ser percebido pelas pessoas, pois obviamente está observando algo que já aconteceu (no blog há textos com a tag “akasha” que explicam isso mais profundamente). 

Tal tecnologia inclusive causa alguma confusão em alguns relatos de médiuns projetores que acreditam ter entrado em contato pessoal com os ditadores do abismo (dragões) quando na verdade é terminantemente vetado qualquer contato de um encarnado com um ser desses que vive em regiões tão inferiores do plano astral que caso um encarnado fosse até lá ou chegasse perto de um ser desses, simplesmente desencarnaria tamanha a toxicidade da aura que envolve esses seres, muito superiores em poder aos magos negros (que vivem em regiões não tão profundas do astral, regiões mais próximas da superfície e podem, eventualmente, manifestar-se no astral que interpenetra a superfície do mundo material)

Literalmente dentro das imagens mostradas no arquivo, eu observei que estava dentro de uma grande estrutura rochosa, uma espécie de templo, mas com móveis muito pitorescos, á semelhança das antigas estruturas faraônicas do Antigo Egito. Havia muitas pessoas no lugar, todas vestidas como se ainda vivessem nos tempos dos faraós há 5 mil anos. Observei tecidos luxuosos que cobriam o chão e decoravam o salão principal, iluminado palidamente por pequenas tochas de fogo. As pessoas bebiam algum líquido alucinógeno e estavam reunidas em pequenos grupos que interagiam animadamente. Segundo as informações enviadas mentalmente por Anik e Jeremias aquela “festa” marcava a comemoração que as hostes umbralinas realizavam como o “plano de reação” contra os guardiões e especialmente contra o grupo de soldados do Stargate (o grupo de paranormais que trabalhava desde os anos 90 para os EUA), uma reação que impedisse a queda dos governos populistas nas Américas.

Observei atentamente a estrutura enquanto mentalmente os guardiões traziam novas informações, explicando que aquela local era a sede de poder localizada no astral inferior do planalto central brasileiro e que aquelas pessoas eram desencarnados e encarnados que participaram e participam ativamente da sabotagem ao trabalho dos guardiões, em especial sabotando o planejamento da criação da capital federal, construída para ser um centro que integrasse todo o país como um dia será na Era de Regeneração e como um dia foi na época do faraó Akhenaton

O templo era muito alto e luxuoso. Após caminhar por algum tempo e ouvir algumas conversas, como por exemplo, um grupo que se mostrava indignado:   

– Vamos reagir, os soldados de Miguel foram longe demais, fizeram até mesmo Cuba se curvar aos imperialistas – "e a pular ao som dos opressores Rolling Stones", pensei rindo comigo mesmo ao reparar o inconformismo daquelas pessoas com a derrota do seu sistema arcaico de poder.

Andei um pouco mais e cheguei ao centro do local, uma espécie de pequeno salão anexo que estava interligado aos outros quatro salões maiores. Reparei então algo muito inusitado: havia um grande tronco de madeira instalado entre duas paredes rochosas acima uns 10 metros do chão e enrolado no tronco uma gigantesca cobra amarela, devia ter uns 20 metros ou mais. Os guardiões me informaram que aquele era um ser artificial que o mago negro responsável pela direção do local se utilizava para se comunicar com os presentes e que por medida de segurança ele estava em um local ainda mais inferior, diante da inevitável derrota que os guardiões estavam imprimindo ao centro de poder dos magos negros no Brasil

Caminhei mais um pouco, pressentindo que a experiência estava prestes a ser encerrada, quando ainda consegui captar mais uma conversa interessante de uma pequena “roda” de espíritos:

– Atacaremos o coração dos malditos yankees, sentirão profundo arrependimento por terem mexido com o nosso feudo de poder nas Américas.

– Não cairemos sem lutar – disse outro ainda mais exaltado – reinaremos por mil anos em solo brasileiro

Eu ouvia aquilo, já sabendo de todo o cronograma dos guardiões para os próximos 20 anos até o auge da Transição Planetária em 2036 e pensei comigo:

– Sabe de nada inocente....

Enquanto as imagens começavam a se desfazer lentamente e eu voltava a enxergar Anik e Jeremias no salão principal do Prédio da Justiça, preparando-me energeticamente para voltar ao corpo físico trazendo a lembrança mais consciente daquelas experiências ao cérebro físico, a gigante russa alertou:

– É preciso que você retorne ao corpo físico agora, um grande confronto espiritual está a caminho e que certamente terá alguns efeitos no mundo físico. Amanhã temos um importante trabalho a ser realizado. – falou de forma serena, porém séria.

A atmosfera do planeta estava muito densa, não apenas no Brasil, inclusive limitando as atividades projetivas mesmo para os médiuns mais experientes. Jeremias explicou o motivo dessa maior densidade energética após a experiência que eu vivenciaria no dia seguinte: o grande grupo de vários magos negros em suas “células” ou “feudos” ligados entre si pelo “projeto jacobinos” estava organizando uma reação global, tendo por foco exatamente um ataque maciço sobre os Estados Unidos e sobre o território brasileiro e exatamente por essa razão uma mobilização maior por parte de várias equipes de guardiões estava sendo realizada, limitando a maioria das experiências projetivas conscientes àqueles que estivessem realmente aptos para enfrentar algumas missões perigosas, como a que ocorreria no dia 24.

Perguntei à Jeremias como seria essa reação global e o guardião então esclareceu:

– Basicamente uma reação de curto prazo e uma reação de longo prazo, José. Em curto prazo, as milícias umbralinas ligadas ao “projeto jacobinos” e que possuem células em todo o mundo, pretendem atacar os Estados Unidos, ou seja, estimular encarnados ligados mentalmente ao projeto para que efetuem ações destrutivas, notoriamente através de atentados terroristas, inclusive contra a própria Casa Branca ou até mesmo situações que hoje parecem insólitas mas que estão sendo construídas pelas trevas há algum tempo, como por exemplo um ataque nuclear da Coréia do Norte sobre Washington e Nova York, algo que inclusive vem sendo motivado diretamente pelos dragões (ditadores do abismo, grupo superior em poder aos magos negros ) e seu principal centro de poder próximo ao astral inferior da Muralha da China, pois eles desejam precipitar uma guerra de extermínio nuclear e a destruição do planeta, já que sabem que serão inevitavelmente exilados até 2036. 

Dois dias depois, o ditador norte coreano divulgou um vídeo ameaçando os EUA com um ataque nuclear, o que certamente não era uma coincidência após os relatos de Jeremias e fez lembrar uma profecia de Parravicini já comentada na fanpage:

Ameaça norte coreana:

Profecia de Parravicini:

Jeremias prosseguiu com novas informações sobre essa reação em curto prazo:

– Em outra frente, o grupo ou “célula” que atua no astral inferior do Planalto Central buscou nos últimos dias estruturar uma reação com o apoio de outras células, sobretudo na América do Sul e outras células menores que atuam em feudos menores no astral inferior do território brasileiro. Essa reação visa motivar governos e grupos de encarnados a combaterem o processo democrático que vai depor o atual governo, processo que enfraqueceu de forma irreversível as lideranças do atual partido do governo.

– E quais seriam esses grupos? – questionei Jeremias

– Notadamente milícias que tentariam entrar pela fronteira, ligada as FARC, pequenos grupos ligados ao exército boliviano, mas que tentariam entrar como civis e, sobretudo os grupos que já estão no país, ligados aos movimentos sociais em vários municípios e que tentam inflamar uma reação intensa, tanto no caso do impeachment como da prisão do ex presidente petista. As equipes de guardiões no mundo espiritual já estão atuando para coibir e evitar ao máximo qualquer convulsão civil maior, intuindo um maior monitoramente das fronteiras brasileiras em locais específicos, trabalho realizado pelo Exército que por sua vez está inteiramente fechado com a manutenção da ordem e o respeito ao processo democrático de impeachment que está sendo realizado. Há ainda que se ressaltar que qualquer tentativa mais intensa por parte de “forças invasoras” sobre o território brasileiro será monitorada pela quarta frota, agrupamento da marinha americana que já se encontra posicionada no Atlântico próximo a altura da costa de São Paulo. Dessa forma não teremos uma guerra civil, ainda que possam existir tentativas isoladas, mas que já estão sendo mapeadas. – elucidou de forma muito cristalina o guardião.

– Então o recente exercício feito pelos seals junto às Forças Armadas do Brasil como preparativos para a segurança dos Jogos Olimpicos não foi um mero acaso diante da atual situação do governo? – perguntei ao guardião que respondeu sorrindo:

– Nessas coisas não existe coincidência meu amigo, sobretudo quando o maior interessado na manutenção da ordem e do respeito às leis constitucionais é o Exército e quando o maior interessado pelo fim de regimes populistas e com viés antidemocrático no principal território da América do Sul é o Exército americano.

Jeremias então explicou qual seria o plano de reação das milícias astrais em solo brasileiro em longo prazo:

– Algumas lideranças trevosas mais realistas que fazem parte do “projeto jacobinos” já perceberam que a derrota do atual governo é irreversível, da mesma forma concluíram que o principal líder do partido dos trabalhadores não possui qualquer chance de um dia voltar a presidência. Essas lideranças defendem a idéia de se estimular o discurso de vitimização, que o governo teria sido vítima de um golpe e não de um processo democrático de deposição. Tal discurso visa manter alguma união da base mais fiel e ao mesmo tempo mais radical do partido, principalmente dos movimentos sociais interessados na reforma agrária e urbana. A idéia dos grupos trevosos é conseguir com o passar dos próximos anos tentar fortalecer essa base mais radical e ao mesmo tempo fazer oposição feroz a qualquer forma de governo que não tenha o atual partido do governo como a liderança executiva. Essa pequena resistência é que será responsável, pelos idos da década de 20, como foi explicado em um dos livros que trabalhamos (Brasil o Lírio das Américas) de um processo de união pela democracia e contra corrupção política ainda mais efetivo, unindo a sociedade brasileira, prioritariamente o Exército, o Judiciário e o empresariado para sepultar de vez por todas qualquer ideário ligado a ditadura, partido único ou política de viés comunista em solo brasileiro.  

    
DIA 24 –COMBATENDO MILÍCIAS UMBRALINAS EM WASHINGTON DC

O centro de poder americano está localizado na capital Washington e conta com vários prédios importantes, entre eles o Capitólio e a Casa Branca. Obviamente é um dos lugares mais “blindados” tanto no plano físico como no plano astral, em virtude da presença ostensiva do grupo de paranormais do Stargate. Qualquer entrada ou tentativa de entrada de milícias umbralinas é normalmente evitada sem maiores esforços, diferente do que aconteceu no dia 24.

Um grande grupo de milicianos, ligado às células do “projeto jacobinos” organizou um grande ataque em toda a região próxima aos principais edifícios da capital americana, buscando inclusive rastrear quais as pessoas (encarnados) próximas dariam alguma brecha psíquica que permitisse a realização de um atentado contra esses locais. A ação foi tão intensa que alguns milicianos conseguiram entrar dentro da Casa Branca e chegaram próximo ao presidente americano, algo que segundo Jeremias nunca havia acontecido (no livro Armagedoom 2036 é descrito que o presidente americano entre algumas outras lideranças mundiais possuem alguma sintonia com o trabalho dos guardiões e combatem as milícias trevosas que atuam em seus próprios governos)

A bem sucedida visita do presidente americano à Cuba junto a parte menos radical do regime (leia-se Raul Castro) provocou uma reação que já era esperada pelas milícias trevosas, tanto que foram as milícias astrais ligadas ao irmão de Raúl que primeiro se prontificaram em “colaborar” com a investida do projeto jacobinos sobre a Casa Branca e diretamente no astral sobre o presidente americano.

Naquela noite atuei junto a alguns guardiões e membros do Stargate no trabalho de contenção contra essa investida e, sobretudo na manutenção da segurança espiritual do presidente americano. Foi gasta uma grande quantidade de ectoplasma para combater o ataque (maiores informações sobre essas batalhas podem ser lidas no texto a seguir)

A nível físico, o primeiro efeito deste combate foi a tentativa de invasão armada no Capitólio ocorrida no início dessa semana, quatro dias após a batalha que aconteceu na região astral da Casa Branca:

Ao final da missão daquela noite, Jeremias mostrou um pequeno arquivo de imagens, que mostrava vários porta aviões e embarcações de guerra mobilizadas no oceano, preparando-se para a tentativa de algum confronto maior que fosse estimulado pelo “projeto jacobinos”, o que poderia ser algo ligado ao acirramento dos ânimos entre Coréia do Norte e Coréia do Sul como também um movimento de resposta a algum atentado maior que possa ser efetuado em solo americano.

Espero que de alguma forma esses relatos possam colaborar no melhor entendimento de todo o processo da Transição Planetária que estamos vivenciando tanto no Brasil como a nível mundial e que culminará com os grandes eventos já profetizados por Jesus no Sermão Profético e no Apocalipse para o ano de 2036. Para conhecer mais sobre o estudo dessas profecias e sobre as missões dos guardiões a nível mundial explicando e comprovando o cronograma estipulado para a Transição Planetária, como vem sendo comprovado aqui no blog desde 2013 e nos três livros que lancei até o momento. Quem quiser os pdfs com trechos das três obras envie um email para profecias2036@gmail.com  e quem quiser adquirir os livros, clique nos banners abaixo

.

Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:

Fórum Profecias 2036:

Grupo Profecias 2036 no Facebook: 



Um comentário:

Roberta disse...

Jose, acompanho seu blog com muita admiracao, tambem gosto de estudar sobre yoga e alguns livros como os misterios do fogo e o livro amarelo apresentam interpretacao sobre o apocalipse biblico de uma otica energetica.Voce acha que tal interpretacao tambem e valida? Muito obrigada!