24 de abr de 2017

A Profecia de Malaquias – O Último Papa em 2080???


E lá vamos nós novamente.....


Expliquei em um post recente porque as profecias não trabalham com futuro alternativo, texto que foi publicado aqui (há inclusive um vídeo que explico o assunto dentro do post):

Os conceitos que eu trouxe são, inclusive, baseados na CIÊNCIA. Um dos maiores cientistas do nosso tempo, Neil Tyson, confirma exatamente o que eu falei no link acima:

“eu sou um prisioneiro do tempo presente… sempre transitando do passado para o futuro. Não tenho acesso ao passado. Não tenho acesso ao futuro. No entanto, se você for para uma dimensão mais alta, não é irrealista pensar que você sai da dimensão temporal e olha para o tempo como nós olhamos para o espaço” 

O texto e o vídeo completo estão aqui:

Neil Tyson cunhou essa afirmativa ao comentar sobre o famoso filme “Interesteler” que trouxe vários conceitos modernos de física quântica, entre eles a possibilidade de seres em dimensões superiores enviarem mensagens para nós contando sobre coisas do futuro que pra nós ainda não aconteceram (pela prisão que estamos na nossa linha do tempo), mas que eles, em dimensões superiores, já perceberam. Exatamente o que eu afirmei no link acima explicando porque não existe “futuro alternativo” em profecias.

Mas como tem gente teimosa que ainda insiste em outras datas ou “alternativas” sobre o futuro é importante lembrar que além da CIÊNCIA, dois profetas comprovam a minha afirmativa: Jesus e Malaquias. Ambos JAMAIAS erraram uma única profecia. Jesus, assim como Cayce foi claro ao apontar o auge dos eventos para 2036 e Malaquias acertou simplesmente todos os últimos 110 papas da Igreja. Se o futuro fosse algo “alternativo” que não pudesse ser visto seria simplesmente IMPOSSÍVEL que tivéssemos dois profetas acertando TUDO que previram e com SÉCULOS de antecedência.

A lógica e a ciência desmontam a teoria de um “futuro alternativo” mostrando que claramente existe um mecanismo que permite que entidades de dimensões mais elevadas enviem informações sobre o que vai acontecer para profetas preparados. Essa conversa de que não se coloca data em profecia é papo furado de quem não consegue enxergar o futuro, pois o próprio Jesus foi bem claro ao delimitar o auge dos eventos, mais ainda Edgar Cayce que em vida deixou várias mensagens proféticas que se cumpriram e várias apontando para o auge dos eventos em 2036 como mostrado aqui:  


Todas as escolhas que fazemos no presente são alternativas (futuros possíveis) até que se concretizem como escolhas, no nosso presente, na nossa linha temporal. O que profetas de alto valor como Jesus, Malaquias e Cayce fizeram foi tão somente ter acesso à essas dimensões superiores, acesso às informações dos espíritos realmente de dimensões superiores que enxergam essa nossa linha temporal de cima e portanto já viram o que escolheremos nos próximos milhares de anos mas que nós, ainda na nossa linha do tempo, não escolhemos.

Por isso esses profetas tiveram acesso tão claro ao futuro e por isso não existe essa história de “futuro alternativo”, sobretudo em relação a um evento tão importante (exílio planetário e mudança de Era), evento planejado com milênios de antecedência. Da mesma maneira a conversa fiada de que “não podemos enxergar o futuro porque a humanidade está constantemente fazendo escolhas” também é uma falácia, pois a profecia não é estudo de probabilidade, mas sim enxergar o que a humanidade como um todo vai escolher, que para nós aqui nessa linha do tempo ainda é presente e impossível de ver, mas que através de dimensões superiores é possível ver esse futuro de escolhas como um passado já marcado no espaço (na linha do tempo) como bem esclareceu o Neil Tyson.

Tanto é possível que temos casos de vários profetas que enxergaram o futuro. Sendo assim, pela ciência e pela lógica (pouco importa a crença da pessoa) é algo perfeitamente e comprovadamente possível.

MAS VOLTEMOS A MALAQUIAS

Malaquias como mencionei anteriormente, acertou mais de uma centena de papas nas suas previsões, inclusive os últimos 6 claramente identificados em suas profecias. O ponto é que nessa lista, o atual pontífice é o ÚLTIMO PAPA. Portanto não existe a mínima chance de eleição papal em 2080, mundo em guerra ou a beira de um cataclismo nessa época, pois o próprio Jesus, Cayce e demais profetas apontaram para 2036 esse auge e depois a entrada de uma Era Nova em 2057.

Com ficção ou sem ficção, não existe outra alternativa de futuro a não ser que alguém acredite que pode saber mais de profecias do que o próprio Jesus e do que os maiores profetas da história (pra isso terão de prever e acertar bastante coisa antes de cogitarem possuir um dom profético maior que o próprio Jesus) 

Vejamos os últimos 6 nomes da lista de 112 papas de Malaquias, profeta nascido há quase mil anos:

O Pastor Navegante (Pastor Et Nauta) – João XXIII foi pastor quando jovem, patriarca da cidade de Veneza na qual é conhecida pela navegação dentro da cidade em pequenos barcos. O símbolo do seu brasão é um leão que simboliza a cidade de Veneza (107º nome da lista)

A Flor das Flores (Flos Florum) – Há três flores no brasão escolhido pelo papa Paulo VI (108º nome da lista)

Da Meia Lua (Medietate Lunae) – Há duas traduções para essa passagem: da meia lua e lua da neutralidade, ambos contemplando a rápida passagem de João Paulo I que ficou exatamente um ciclo lunar no pontificado, um período neutro sem qualquer atividade relevante, sendo que o dia da sua morte foi marcado por um eclipse lunar (meia lua). (109º nome da lista)

O trabalhador do Sol (Labore Solis) - João Paulo II nasceu no dia de um eclipse solar e seu funeral aconteceu no dia de um eclipse solar, além disso, foi o papa que mais viajou pelo mundo no seu longo pontificado (por isso o trabalhador, marcado pelo Sol no seu nascimento e morte) (110º nome da lista)

A Glória das Oliveiras (Gloria Olivae) – Bento XVI escolheu seu nome papal em homenagem a são Benedito que fundou a ordem dos beneditinos, conhecida desde sua fundação como olivetanos, pois a cidade italiana na qual foi fundada a ordem era produtora de oliveiras. (111º nome da lista)

Eis a última insignia da profecia dos 112 papas:     

"In persecutione extrema S.R.E. sedebit Petrus Romanus, qui pascet oues in multis tribulationibus: quibus transactis ciuitas septicollis diruetur, & Iudex tremêdus iudicabit populum suum. Finis."

“Na perseguição final a sagrada Igreja Romana, reinará Pedro Romano, que alimentará o seu rebanho entre muitas turbulências, as quais transcorridas e sendo então a cidade das sete colinas (Roma) destruída, o formidável juiz julgará o seu povo. Fim” (112º nome/último da lista)

Pedro ou a Pedra de Roma é o nome que Malaquias atribuiu ao último papa. A associação com Francisco é clara: quanto a sua nacionalidade (pois se refere a Pedro ou a Pedra de Roma) o que é explicado pela eleição do primeiro papa da América do Sul. Francisco é da Argentina, que deriva do termo latim Argentum que significa “prata”, que é retirada exatamente da pedra (Francisco ainda trocou o anel e cruz costumeiramente de ouro por objetos de prata). Há ainda uma outra clara associação que não considera Pietro como “pedra” mas sim literalmente como o nome Pietro ou Pedro: o nome do papa é uma homenagem a Francisco de Assis, nascido Francisco Pietro de Bernadone no antigo império romano.

Está muito claro que o último papa foi eleito em 2013 e que não teremos outros papas depois dele (ou ao menos a instituição papal e a Igreja como conhecemos) segundo estabeleceu Malaquias em suas profecias.

Dito isso, está claro que não existe profecia de Malaquias para 2080 ou eleição de papa em 2080.


Vamos ver o que outro famoso profeta falou sobre a eleição do último papa:

"sairá do ramo que tinha ficado durante tanto tempo estéril, um príncipe, que virá do paralelo 50º para renovar toda a Igreja cristã” (Nostradamus - Carta a Henrique II)

No paralelo 50 ao sul do plano equatorial, temos apenas 3 países "cortados" por esse paralelo Nova Zelândia, Chile e... Argentina, terra do atual papa.  O ramo do qual veio Francisco é a companhia de Jesus, que pelos idos de 1540 atuou ativamente na Reforma Católica e quase 500 anos depois, através de um de seus membros (Francisco) realizará uma nova reforma. São esses quase 500 anos o período denominado "estéril", ou seja, sem atuação em reformas.

Detalhe: Nostradamus cita antes dessa afirmativa que será germinada uma Babel durante o "primeiro holocausto" e que essa "Babel" se unirá ao holocausto e que não passará de 73 anos e 7 meses

O Vaticano (a Babel) surgiu com o tratado de Latrão em 1929, um tratado feito com Mussolini que veio a apoiar o holocausto de Hitler. A eleição do papa Francisco, entronizado com 73 anos e 3 meses de vida (não passará de 73 anos e 7 meses) aponta exatamente que o Vaticano (a Babel citada por Nostradamus) não passará após o pontificado de Francisco, apontando que realmente uma profunda mudança vai acontecer até a época da sua morte.

Nostradamus ainda confirmou que sabia como aconteceria a ascensão de Francisco ao trono papal:

Centúria V Quadra 92
“Depois que o trono real completar 17 anos
Cinco mudarão em tal termo de revolução
Depois será eleito um de mesmo tempo
Que dos romanos não será muito concordante”

Pio XI, o papa que assinou o tratado de Latrão em 1929 e morreu em 1939 ficou exatamente 17 anos e 4 dias no trono papal. Depois dele foram eleitos cinco papas (Pio XII, João XXIII, Paulo VI, João Paulo I, João Paulo II) que mudaram de trono exatamente da mesma forma: ao morrer. Ou seja, mudaram no mesmo termo de revolução.

O sexto, Bento XVI, mudou o trono papal sem morrer, de forma diferente. “Depois dos 5 papas será eleito um de mesmo tempo”, ou seja, que ficará 17 anos no trono. Sabemos pela profecia de Malaquias e Apocalipse que depois desses 5 papas viriam  apenas mais 2 e Bento XVI não completou 17 anos no papado, justamente por não ter seguido o “termo de revolução” dos papas anteriores. Sendo assim, Francisco é o papa que ficará 17 anos no papado.

De 2013 à 2029 são 17 anos transcorridos. Em 2029, antes de dezembro, Francisco terá 92 anos, o mesmo número da quadra. Em 2029 completar-se-ão 100 anos do tratado de Latrão

E realmente não será muito concordante dos romanos, pois segundo as profecias de João XXIII ele terá de enfrentar problemas internos contra o governo italiano, mais especificamente em Roma. E Nostradamus deixou ainda outra quadra impressionante sobre o tema:

Centúria X Quadra 03
"Depois de cinco, a igreja será fechada,
Um fugitivo abandonará o polonês:
Falsos rumores, boatos de socorro,
Então o chefe a Sé abandonará"

O termo em francês para polonês está escrito "Penelon" que é um anagrama de polenne. João Paulo II foi o quinto papa da lista que sucedeu no mesmo termo de revolução após os 17 anos de Pio XI (essa quadra hoje nos indica a interpretação correta da C5Q92)

A quadra fala que o chefe (papa) a Sé abandonará, mais precisamente abandonará o polonês, fugirá. Bento XVI foi o sucessor que abandou, fugiu do cargo de papa e exatamente por ter sido o sucessor do polonês no cargo de papa é que a profecia fala em abandono, pois ele abandonou o cargo que deveria ter dado continuidade após a morte de JPII e por isso “fechou” a Igreja (pois ainda estava vivo quando abdicou do cargo)

E de forma curiosa, a quadra também traz cifrada a informações sobre o atentado contra JPII em 13 (soma dos números da quadra e centúria) de maio (mês 5) quando temporariamente o papa precisou abandonar a Sé.

Seguindo a tradição midráshica e cabalista dos estudos proféticos, Nostradamus deixa mais de uma "camada" para o estudo da certeira profecia, mostrando mais de uma informação oculta sobre o futuro em uma mesma profecia.

A série de textos com as profecias de João XXIII, Nostradamus e Parravicini adentra ainda mais profundamente no tema, mostrando todo o cenário futuro com base nas profecias dos três grandes profetas.

Outra profecia famosa que é associada aos papas desde a criação do Vaticano é o capítulo 17 do Apocalipse (amplamente interpretado no livro A Bíblia no 3º Milênio assim como todos os versículos do Apocalipse e as principais profecias dos livros proféticos bíblicos) e ela confirma que o “último rei” da Igreja é mesmo Francisco.

Apocalipse 17:11 fala que o oitavo papa é dos sete e vai para a perdição. A associação que a grande maioria faria é de que esse papa teria alguma característica dos 7 anteriores: nome, nacionalidade, continente. Mas não tem.

Então qual o significado de “é dos sete”? A referência é uma pista deixada por João para que fosse possível identificar a origem do papa. Jorge Mario Bergoglio é jesuíta, é umas das maiores senão a maior ordem da Igreja e foi fundada exatamente por sete homens. Sendo assim, João profetizou que o último papa, o oitavo rei, seria um jesuíta.

E ainda forneceu uma outra pista velada: falou que esse papa era a “Besta que era e já não é”, ou seja, comparou o papa a Roma, ou seja, a um território. Ao dizer que o oitavo (rei, papa) era um território (Roma), ele quis dizer que o último papa viria do oitavo maior território do mundo, exatamente a Argentina.

Sendo assim, de forma velada, João sabia que o último papa seria um jesuíta argentino.

Tudo isso exposto fica a pergunta:

Estaria Nostradamus errado? Estaria Parravicini errado? Estaria Malaquias errado?

Estaria Jesus errado?

Estaria Cayce, que afirmou mais de uma vez em vida que o auge dos eventos seria em 2036, estaria ele errado?

Profecia não trabalha com ficção. Profecia não trabalha com futuro alternativo. Profecia é simples: ou você consegue enxergar o futuro ou não consegue (pelo menos com alto grau de acerto), ou você confirma as profecias de Jesus ou não confirma. Simples assim

Só há um cronograma para o ápice dos eventos (e que vem se confirmando desde 2014) e esse ápice é em 2036

Só há uma data para a Era de Regeneração: 2057

Não há outro cronograma, não há outra data, não há outra alternativa.

Profecias cumpridas desde 2014 (inclusive contendo a previsão sobre dia e hora exatos da eleição do último papa, esse sim, o último papa da lista de Malaquias):  

Estudo completo sobre 2036-2057:   


Um comentário:

Daniel Wyllyans PT9008SWL disse...

Rapaz que blog bom Nostradamus era um profeta de Deus conserteza.Que bom que tem pessoas que tem o mesmo pensamento do meu.