1 de jul de 2016

Especial Astrologia (Parte III de III) – Os Astros Afetam a Personalidade Humana? A Trilha Sonora do Zodíaco




Parte II:

Pergunta que recebi pelo email do blog sobre o tema Astrologia (a dúvida primordial sobre como a Astrologia realiza o seu estudo sobre a personalidade humana):

Pergunta: "Vc poderia me informar se os astros realmente afetam a personalidade dos homens. Sei que vc tem conhecimentos  astronômicos/astrológicos..os 'signos do zodíaco' e os astros do universo podem efetivamente afetar a personalidade dos homens desde a data (dia/mês/ano) que eles nascem?"

Resposta: Os astros não influenciam a personalidade das pessoas, eles apenas demarcam características comuns as pessoas que nascem sob a influência de determinado astro. Por exemplo: os nascidos com Mercúrio bem aspecto em Gêmeos tendem a ter ótima comunicação, mas isso não é porque Mercúrio ajuda na comunicação, mas sim porque um grande número de pessoas nascidas com essa influência apresenta boa comunicação, ou seja, o planeta nesse signo demonstra um arquétipo de bons comunicadores.

Em outras palavras é como se várias pessoas fossem a um restaurante vegetariano e se alguém fosse pesquisar o que as pessoas comem nesse restaurante descobririam que quase todos são vegetarianos, mas não porque o restaurante tenha influencia na opção de alimentação das pessoas, essas pessoas não são vegetarianas por causa do restaurante, são porque não gostam de carne ou outros motivos.

Com os astros é o mesmo: Mercúrio bem aspectado em Gêmeos não faz com que você goste de vegetais e não goste de carne, Mercúrio bem aspectado em Gêmeos nessa metáfora é como o restaurante que reúne aqueles que não gostam de carne, só que no zodíaco tende a reunir aqueles que manifestarão uma boa comunicação.

Planetas e signos são como um restaurante: reúnem pessoas sintonizadas com aquela “alimentação”, mas não é o restaurante que faz a pessoa preferir determinado tipo de alimentação. Alguém que é tímido e que nasce com um Mercúrio bem aspectado em Gêmeos, por exemplo, é como um carnívoro que será levado ao longo da vida várias vezes a um restaurante vegetariano, ou seja, várias situações ao longo da vida serão criadas para que ele tenha estimulada a boa comunicação, mas essas situações não são pela ação planetária de Mercúrio em Gêmeos, mas sim porque o espírito precisa naquela encarnação desenvolver a boa comunicação, necessidade que é exposta na leitura do mapa pelo arquétipo de um Mercúrio bem aspectado em Gêmeos, que apenas demarca tal situação, facilitando a leitura da situação que a pessoa precisa desenvolver ou em outros casos superar.

É dessa forma que a Astrologia estuda o comportamento humano, utilizando o arquétipo de astros e signos, além das casas, para compreender os diversos tipos de comportamentos e acontecimentos ao longo de uma vida.

Signos e planetas representam, explicam comportamentos e acontecimentos e não, como muitos pensam, são os responsáveis por agir energeticamente para que aquele comportamento seja produzido ou realizado. 

Os signos e os planetas são como marcadores, representações de qualidades e defeitos, potenciais e dificuldades que a pessoa traz consigo, coisas que se originam na pessoa e não por uma influência planetária ou zodiacal.  

A crença de que os astros afetariam a personalidade das pessoas advém da antiga Astrologia, que basicamente estudava, além dos arquétipos, a influência biológica do Sol e da Lua, que influenciam fisicamente diversos ciclos biológicos ligados, por exemplo, as marés, aos líquidos no interior do corpo e a própria luz (do Sol).

A partir dessa percepção surgiu a idéia de que os astros também influenciariam a personalidade das pessoas, ocorre que essas influências sobre a natureza (do Sol e da Lua) são astronômicas e não astrológicas e como na Antiguidade a astronomia e a astrologia eram estudadas juntas, surgiu essa confusão que a influência biológica do Sol e da Lua aconteceria também na personalidade em um nível astrológico, quando na verdade a Astrologia estuda os arquétipos e não os efeitos biológicos, ainda que compreenda o movimento astronômico (como explicado no primeiro dos três textos) e a influência biológica dos astros nos ciclos vitais da Terra e das pessoas, baseando a construção dos arquétipos exatamente nessas influências.

Por tudo isso a Astrologia criou a divisão dos signos, seus arquétipos e a mitologia rica de significados para cada signo e os planetas, tão somente uma leitura filosófica que busca compreender e auxiliar o autoconhecimento da personalidade humana, tudo isso baseado na observação da influência biológica dos astros e no movimento da Terra em relação ao Sol e as constelações, simbolizando os grandes ciclos planetários (como a precessão dos equinócios) e os ciclos planetários menores (como a translação) exatamente através dos arquétipos, como por exemplo, a divisão em 12 signos e 12 meses do ano, baseada no arquétipo solar e sua ligação com a contagem das eras (2160 anos) e ciclos menores (36 anos). 

Completando o tema, em um antigo texto da fanpage eu expliquei um pouco sobre esse tema ao analisar como a Astrologia enxerga a questão dos irmãos gêmeos:



A TRILHA SONORA DOS SIGNOS

Vamos conhecer agora um pouco mais dos arquétipos de cada signo. Quem já estudou outros textos aqui do blog sobre o tema e possui algum conhecimento sobre Astrologia, reflita sobre o significado de cada uma das músicas e seus videoclips a seguir sobre o seu signo solar (reparem nas letras e nos vídeos em si):


Áries:

Touro:

Gêmeos:

Câncer:

Leão:

Virgem:

Libra:

Escorpião:

Sagitário:

Capricórnio:

Aquário:

Peixes:


E para aqueles de todos os signos eu indico o vídeo abaixo, um vídeo que homenageia os animais (simbolismo do Zodíaco) e a necessária busca de cada um em se reconectar com a sua criança interior, o primeiro passo para realmente iniciar a busca por uma consciência superior (religare):



Clique nos banners abaixo e conheça um pouco mais sobre os livros que lancei até o momento e o próximo livro que será lançado em julho de 2016:

 .
.


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:

Grupo Profecias 2036 no Facebook:

Fórum Profecias 2036:


4 comentários:

Fadil Dias disse...

Eu sou de capricórnio e sempre curti essa música do Enigma, Sadeness. Mas não entendi, essas seriam músicas afins aos signos?

Josilaine Ap. disse...

Adorei as sugestões de video!!!! Alegrou meu sábado. Que isso o vídeo da Holy Smoke!! Legal saber mais de você José. Abraços.

Alda Silva disse...

José Maria Alencastro, quem tem plutão na casa 12 tem um carma pesado?
Casa 12 em Virgem.

Manoel Corrêa disse...

José, por favor me diga qual é a música de Peixes? É meu signo solar, vênus e saturno. Pois o vídeo está indisponível.
Parabéns pelo trabalho que vêm fazendo, venho aprendendo muito com o blog. Gratidão!