30 de set de 2013

Apometria: Algumas Técnicas e a Questão do Karma Negativo



Recebi algumas questões interessantes pelo email do blog sobre o assunto:

Pergunta: Olá José, como já vi em seu blog textos sobre apometria, gostaria de perguntar algumas coisas.

Este trecho é do próprio blog:

"o que a Apometria faz é “fechar” uma faixa de passado, ou seja, uma impressão, sentimento ou lembrança inconsciente de uma época passada, que permanece reverberando no consciente da pessoa, é como se determinada vivência traumática permanecesse ressonando do inconsciente para o consciente, não permitindo que a pessoa supere aquela sensação ou experiências negativa"

Nesse caso, não teria que o espírito, no plano espiritual ou em vidas posteriores "superar" esse trauma para que o problema emocional (o TOC ou outro distúrbio mental por exemplo) desapareça?

E outra pergunta, já ouvi falar em Apometria sendo cirurgia espiritual, não são a mesma coisa não é? Caso não sejam mesmo, o que fazer quando ela (apometria) é tratada como cirurgia espiritual em um Centro Espírita? Deve-se procurar outra casa para o atendimento?

Espero que você possa me ajudar. Muito Obrigado.

Resposta: Então amigo, temos duas questões importantes nas perguntas que você trouxe. A primeira é o desconhecimento de muitos médiuns espíritas e dirigentes de casas espíritas sobre o que é Apometria. Já ouvi absurdos antológicos de grandes médiuns a respeito da Apometria simplesmente pela falta de conhecimento. Acredito que um médium ou um dirigente espírita antes de falar sobre determinado assunto deve conhecê-lo profundamente e, sendo assim, antes de emitir uma opinião, positiva ou negativa sobre a Apometria o cidadão deve pelo menos ter lido os dois livros ("Espírito e Matéria" e "Energia e Espírito") do Dr.José Lacerda que trouxeram as bases da técnica apométrica e ter assistido, pelo menos, algumas sessões ou conversado com médiuns pertencentes a grupos que seguem os ensinamentos contidos na obra do Dr.Lacerda.

Infelizmente ainda existe a idéia entre alguns confrades espíritas que nas sessões de Apometria os médiuns apenas ficam estalando dedos e mandando espíritos em cápsulas para a Lua ou outros planetas, ou que a Apometria é apenas uma desobsessão ou apenas uma cirurgia espiritual.

É importante ressaltar que a Apometria não veio para substituir o Espiritismo, mas sim trazer todo um corpo de técnicas que visam complementar muitas das técnicas já utilizadas em reuniões espíritas, como por exemplo, a dialimetria (utilizada em tratamentos de cura e cirurgias espirituais mais específicas) ou técnicas específicas para combater processos obsessivos, permitindo que o obsessor veja seu real estado, como, por exemplo, o choque anímico de espaço-tempo ou a utilização de formas pensamento específicas, como as pirâmides espelhadas por dentro, fazendo com que o obsessor veja a si mesmo e sinta toda a sua energia negativa oprimindo a si mesmo e realmente veja o atual estado que se encontra.

A Apometria utiliza, portanto, um conjunto de variadas técnicas que essencialmente dependem do poder da vontade e concentração da mente do médium, pois como trabalha com o desdobramento magnético (ou seja, temporário afrouxamento dos laços fluídicos que ligam o perispírito ao corpo físico, permitindo que o médium tenha maior sensibilidade para sentir) permite o trabalho de forma ativa, em conjunto, com os espíritos amigos. Essencialmente todo esse trabalho visa permitir maior lucidez da realidade espiritual durante os trabalhos e conhecimento necessário, sobretudo de energias (fluidos, ectoplasma) e campos de força (formas pensamento, correntes mentais, etc) para que o médium seja peça ativa e plenamente consciente durante o trabalho mediúnico, facilitando a ação dos espíritos amigos durante os atendimentos ao mesmo tempo em que ajuda no aprendizado e desenvolvimento do médium.

Por todas essas razões, a Apometria vem sendo cada vez mais adotada pelos chamados médiuns ostensivos, ou seja, aqueles que possuem pelo menos uma faculdade mediúnica amplamente desenvolvida, pois estes perceberam que com as técnicas apométricas, mesmo os médiuns não ostensivos com as faculdades mediúnicas poderão trabalhar melhor dentro de um grupo e desenvolver de forma mais eficaz e segura a abertura de certas faculdades mediúnicas.



Dito tudo isso, uma pessoa para aprender Apometria precisa, antes de qualquer coisa, ter sólida base no Espiritismo, ou seja, ter feito um curso de formação de médiuns e sólida experimentação mediúnica na seara espírita, em cursos que levam anos. Um médium que nunca fez um curso, que não tem experiência em um trabalho de mesa mediúnica não está apto para aprender Apometria e mesmo que satisfaça os dois requisitos anteriores, precisará de um curso longo para aprender todas as técnicas e treiná-las com segurança, algo que não se faz em 4 ou 5 aulas ou em um fim de semana.

Antes do estudo da Apometria a pessoa precisa estar sólida em conhecimentos espíritas, como, por exemplo, ter realizado amplo estudo do Livro dos Médiuns e saber o básico do trabalho das energias, que começa com um curso de passe, como sentir a energia do paciente, como limpar o paciente dos miasmas, como doar energia para determinado caso, como alinhar os chacras, como “fechar” um chacra que está em desequilíbrio acumulando energia, como identificar aparelhos astrais eletrônicos e retirá-los.

É preciso reiterar que a Apometria não visa substituir técnica alguma, mas sim complementá-las. No centro espírita que eu trabalho, por exemplo, existe a desobsessão coletiva, a desobsessão individual, o passe individual, o passe coletivo, mediúnico da saúde entre outros. Ocorre que alguns casos são mais complexos, tanto a nível de saúde como a nível obsessivo e necessitam de uma técnica mais intensiva e é exatamente este complemento que a Apometria oferece com suas técnicas.

Após essas explicações eu posso responder as suas duas perguntas principais: Apometria trabalha com cirurgias espirituais, mas não é apenas cirurgia espiritual, pois como foi explicado a pouco, utiliza técnicas que atuam desde o fechamento de faixas de passado, em processos desobsessivos e também em diversos tratamentos de equilíbrio energético e que favoreçam a saúde   

Quanto a outra questão citada:

“Este trecho é do próprio blog: o que a Apometria faz é “fechar” uma faixa de passado, ou seja, uma impressão, sentimento ou lembrança inconsciente de uma época passada, que permanece reverberando no consciente da pessoa, é como se determinada vivência traumática permanecesse ressonando do inconsciente para o consciente, não permitindo que a pessoa supere aquela sensação ou experiências negativa

Nesse caso, não teria que o espírito, no plano espiritual ou em vidas posteriores "superar" esse trauma para que o problema emocional (o TOC ou outro distúrbio mental por exemplo) desapareça?”

A provação ou karma negativo seja na forma de um distúrbio de ordem psicológica ou algum problema patológico no corpo físico (câncer ou outras enfermidades) normalmente tem origem, sob a análise espiritual, de algum grande estresse que desencadeia uma série de problemas e desequilíbrio acumulados, seja na presente encarnação ou em encarnação ou encarnações anteriores. Chico Xavier fala sobre isso em um interessante vídeo, que deixarei a seguir. Tal fato, entretanto, não impede que os médiuns e equipes espirituais busquem ajudar no alívio da provação, afinal o próprio Jesus no seu Evangelho de amor nos exorta a praticarmos a fraternidade e a caridade perante o nosso próximo. No caso específico do fechamento de um faixa de passado vários fatores são levados em conta pelas equipes espirituais: busca do paciente pela melhora moral interior, esforço em buscar equilíbrio interior emocional entre outros fatores.

Conforme a natureza do karma negativo ou provação que a pessoa traz, ela poderá ter desde um alívio razoável, uma cura temporária ou uma cura total. Inclusive eu falo sobre isto no livro A Bíblia no 3º Milênio: os tipos de cura. Em muitos casos o espírito encarnado traz apenas um resto de karma negativo a cumprir e com uma pequena melhoria de atitudes ele já merece ter findada a provação. Em outros casos, como eu comento no livro, existe a cura “voto de confiança” quando o paciente recebe um “crédito” dos amigos espirituais e tem a doença física temporariamente aliviada, mas caso esse paciente não busque uma sincera mudança de valores morais, de reequilíbrio emocional e persista em praticar os mesmos erros do passado ou encarnações anteriores, então após certo período que pode variar de 1 ano à 8 anos, a enfermidade volta, para que a pessoa volte a vivenciar a provação e assim, em futura oportunidade, reflita e consiga unir sincera vontade para mudar seu comportamento.

A cura do corpo espiritual, das enfermidades que nasceram pelo desequilíbrio produzido pelo espírito, muitas vezes ocorre pelos problemas que ocorrem no corpo físico, que acaba funcionando como um “mata-borrão” das toxinas astrais produzidas pelo corpo espiritual, causando os problemas físicos que nada mais são do que chamamentos para uma mudança de postura diante da vida.

A verdadeira cura é a melhoria moral, a busca pelo equilíbrio emocional que reflete em um equilíbrio energético e justamente por isso a Espiritualidade permite o alivio, cura parcial ou cura total dos problemas kármicos, sempre que o paciente demonstra o primeiro sinal de buscar uma melhoria de atitudes, pois desta forma ao pagar seus débitos kármicos pela via provacional ou expiatória, ele busca através da lei de amor, que cobre a multidão de pecados (atos contrários praticados a lei do amor) a reparação dos erros que cometeu na presente encarnação ou no somatório daqueles cometidos no passado anterior à presente encarnação.

Cada caso é um caso e os amigos espirituais sempre que possível, quando existe a menor possibilidade ou a mínima vontade sincera do paciente de mudança para melhor, permitem que a reparação dos erros pela via provacional ou expiatório seja mais suave, pois o objetivo é que o espírito evolua pelo caminho da prática do amor, sendo a provação ou expiação o mecanismo retificador que tem por objetivo mostrar ao espírito que o melhor caminho e a prática do amor.


Eis um vídeo bem interessante do Chico sobre as questões kármicas:





Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:


21 de set de 2013

A Bíblia no 3º Milênio – Pergunta 03: O Significado da Cruz


Após o lançamento do livro tenho recebido algumas perguntas dos leitores que estão lendo ou já leram a obra. À medida que novas perguntas chegarem, eu publicarei no blog e na fanpage com as respectivas respostas. Quem está lendo ou já leu o livro e tem alguma dúvida, pode enviar para o email do blog: 
profecias2036@gmail.com

Pergunta: “José, a capa do seu livro traz uma cruz em chamas. Queria aproveitar a ocasião para perguntar se a cruz tem algum significado no plano espiritual, ou se não passa de um símbolo cristão que ao longo do tempo ganhou status de proteção divina. Obrigada pela atenção.”

Resposta: “A cruz representa a atração energética, a representação mais básica de um chacra, um ponto de força que concentra grande tensão das duas retas.”

Trouxe essa informação em um dos comentários de um post publicado no face em julho de 2012. Nesse post aqui eu explico como funcionam os símbolos em termos de ação e influência, para ver o post e os comentários basta clicar AQUI 





No capítulo 25 do livro, no subcapítulo “O Edifício Branco – O Centro de Saúde” quando descrevo um pouco dessa estrutura socorrista existente no plano astral do satélite lunar, um interessante aparelho é descrito ao longo do texto:

“Seguimos o querido frade através do hall de entrada, indo para a região ocidental no interior da construção. Deparei-me com uma estrutura curiosa no lugar do tradicional levitador, presente em outras edificações e que funcionava como um “elevador do além”.

Para minha surpresa, havia uma gigantesca rampa em forma de caracol, toda branca, que começava no primeiro andar e chegava até o topo do edifício em uma pequena abertura. Essa rampa, entretanto, era dupla e formava verticalmente o símbolo do infinito. No cruzamento das duas rampas verticais do símbolo, no centro do prédio, havia uma ponte dupla, também no formato do símbolo do infinito, mas em forma horizontal.

Gabriel ao perceber minha curiosidade explicou: – O símbolo do infinito representa a circulação energética pelos chacras de todo o corpo, subindo pelos pés até o topo da cabeça, descendo até os pés e subindo novamente. É o símbolo da vida, tanto que o cruzamento das linhas equivale no corpo humano exatamente ao chacra sexual, a fonte geradora da vida, localizado exatamente na metade do corpo humano.

Frei Fabiano contemplando a belíssima estrutura, semelhante na forma a uma cruz, pela junção do símbolo horizontal com o vertical complementou: – Essa bendita estrutura capta a energia enviada pelo Sol e concentra o fluido universal exatamente na encruzilhada da cruz formada pelos dois infinitos, fluido energético que ajuda em todos os tratamentos de reequilíbrio e revitalização energética dos pacientes aqui internados.”




Se colocarmos o símbolo do infinito sobre o corpo humano, seu centro, o ponto de conversão ou “encruzilhada” fica exatamente sobre o chacra sexual, o gerador da vida orgânica, ligado tanto as manifestações mais nobres de amor e sentimento como aos mais primitivos impulsos instintivos do sexo, eis a luta do Dragão e do Sol, pois o Dragão é o impulso, a serpente da kundalini que naturalmente circula por todos os chacras e encontra seu ponto natural de maior força exatamente no chacra sexual, enquanto que o Sol é o ponto mais elevado, o chacra coroa que está acima do corpo humano e que também irradia energia por todo o corpo, fazendo essa energia circular também por todos os chacras.

Mas repare, o chacra coroa está acima do corpo humano, em uma altura que segundo videntes e estudiosos do tema, varia entre 30 cm e 60 cm, então o que acontece se colocarmos o símbolo do infinito não apenas sobre o corpo humano, mas sobre o corpo humano e o chacra coroa acima do corpo? Se fizermos isso, a “encruzilhada” do símbolo do infinito ficará exatamente sobre o chacra cardíaco, pois a distância entre o chacra sexual e o chacra cardíaco é a mesma entre o chacra coroa e o topo da cabeça. Ou seja, ao canalizar a energia vital, anímica para nobres sentimentos, o homem também eleva seu raciocínio a uma conexão com a espiritualidade do astral superior e vice versa.

Ao abrir os braços e deixar o corpo humano em forma de cruz, naturalmente o chacra cardíaco está sendo energeticamente ativado, pois ao traçarmos uma linha reta entre a ponta dos dedos da mão esquerda até a ponta da mão direita em uma linha que passe próxima as axilas, teremos exatamente no meio dessa linha o chacra cardíaco. No corpo humano integrado à espiritualidade superior, a cruz representa o chacra cardíaco.

Mas porque então a cruz foi utilizada como símbolo de morte e tortura de várias pessoas? A resposta é simples: pelo simples fato de espíritos trevosos fascinarem os encarnados na tentativa de adulterar o significado belo e verdadeiro de simbolismos iniciáticos. No Antigo Egito, por exemplo, os sacerdotes de Heliópolis tinham como uma das provas de iniciação do neófito que pleiteava tornar-se um adepto (discípulo), conseguir uma projeção astral consciente. Para tanto eles colocavam o neófito dentro de uma câmara semelhante a um sarcófago, na qual ele deveria conseguir sair, em espírito, e relatar o que estava vendo ao seu redor. Tal prática serviu de motivo para as forças trevosas intuíssem negativamente alguns líderes da época a criar a pena de morte por muramento, quando o condenado era murado vivo.

Da mesma forma que entre os sacerdotes de Heliópolis e suas iniciações o simbolismo do homem dentro do sarcófago representava a libertação espiritual da ilusão da matéria, entre os essênios muitos exercícios espirituais que buscavam elevar a “cruz física” até a “cruz espiritual” foram adulterados para uma triste forma de tortura e morte. Flávio Josefo, famoso historiador da época dos apóstolos, define basicamente a doutrina dos essênios como uma luta entre o bem e o mal ou dos “filhos da luz” contra os “filhos das trevas” na qual o Rei da Justiça (malki tsedek) simbolizado na figura do supremo sacerdote essênio ou mestre da justiça (maiores informação no segundo capítulo da Bíblia no 3º Milênio) seria ungido por Deus para levar a vitória dos filhos da luz sob toda a Terra. Os fundamentos proféticos do Apocalipse essênio definem exatamente esse confronto maniqueísta entre luz e trevas, bem e mal, material e espiritual, o ponto de convergência no símbolo do infinito e também no símbolo da cruz, explicações para a própria jornada humana em busca da revelação entre a vida e a morte, nascimento físico e renascimento espiritual.

Ao longo do livro A Bíblia no 3º Milênio o significado de diversos símbolos é mostrado, sobretudo da Estrela de Davi e da pirâmide e suas aplicações práticas no plano astral.

E falando em pirâmide... será que tal simbolismo da cruz espiritual, considerando o corpo humano e seu chacra coroa, tendo sobre eles o símbolo do infinito e o ponto de cruzamento deste símbolo exatamente sobre o chacra cardíaco, realmente existe?   

No meio deste post eu comparei o chacra coroa a um Sol e não foi sem um propósito. No solstício de verão do hemisfério norte, o dia do ano com o dia mais longo (maior período de claridade do Sol) ocorre um fenômeno interessante em Gizé: se alguém ficar na porta de entrada do templo, digo, da Grande Pirâmide de Kéops e observar o nascer do Sol neste dia, normalmente no dia 21 de junho quando o Sol entra no signo de Câncer, verá que ele irá nascer exatamente sobre a cabeça da Esfinge. Se voltarmos no tempo, antes do afundamento da Atlântida, quando a Esfinge era um leão inteiro, inclusive com uma cabeça de leão proporcional ao seu corpo esculpido ao invés da atual cabeça humana, entenderemos a perfeita analogia: O Sol (espiritualidade superior, chacra coroa) ilumina a Terra primitiva ainda envolta na escuridão dos instintos (o animal, o leão) e se o homem buscar entrar no templo (porta da pirâmide) que o conecte com o Alto (Sol) ele encontrará sua iluminação pessoal, no auge da luz (solsticio de verão), ele enxergará a luz iluminando o animal, a luz da razão iluminando o instinto e elevando o sentimento. 


Por tudo isso as 4 faces da grande pirâmide estão alinhadas com os 4 pontos cardeais da Terra, espalhando a energia da luz da razão no dia mais longo do ano em claridade, que ilumina metaforicamente os instintos e chega ao chacra cardíaco, elevando o sentimento, por toda as direções da Terra, visto que a partir da grande pirâmide temos 4 massas proporcionais de terra divididas, simbolizando a iluminação pela igualdade e compartilhamento, bases da fraternidade. Considerando o ponto máximo da cruz espiritual no Sol, seu ponto central na grande pirâmide e os demais três vértices nas direções cardeais da Terra partindo da Grande Pirâmide temos uma cruz espiritual que liga a Terra ao Sol, o que também explica em parte a análise feita no livro A Bíblia no 3º Milênio sobre a Nova Jerusalém.

Considerando todos esses simbolismos temos algo interessante: Jesus ressuscitou mostrando a realidade espiritual após 3 dias da sua morte física, 3 dias após o solstício de inverno no hemisfério norte chegamos ao dia 24 de junho, dia de João Batista sincretizado na Umbanda com Xangô, representando a voz que clama no deserto. Os essênios tinham um rei da justiça (malki tsedek), Xangô é o orixá da justiça. Xangô também é o senhor das pedreiras, a grande pirâmide foi toda construída com....pedras. Seu axé é simbolizado pelos raios e meteoritos, que trazem luz no céu. Entre suas características arquetípicas temos o chacra... cardíaco, o número 12 (que já foi explicado em outros post simbolizar a pirâmide, pois é formada por 4 triângulos) e o elemento fogo que dos 4 elementos é o que melhor simboliza a luz. Não foi a toa, portanto, que João Batista foi escolhido para conduzir o batismo que completou a iniciação de Jesus, assim como foi escolhido para representar o orixá Xangô, pois a história dos essênios e a simbologia da cruz espiritual em Gizé unindo a Terra ao Sol representa a própria história de Xangô e do arquétipo do Mestre da Justiça ou supremo sacerdote essênio.    

Por toda essa simbologia iniciática envolvendo a cruz espiritual e a pirâmide é que Jesus foi iniciado justamente na grande pirâmide, como relatado na Bíblia no 3º Milênio, no capítulo 12 que descreve em pormenores como aconteceu essa cerimônia no mundo espiritual e no mundo físico.

Ao olhar a capa do livro e ver a cruz em chamas fica mais fácil compreender o seu significado após as explicações contidas no texto e se você reparar bem, no centro dela está a imagem do mapa astral com a rara Estrela de Davi que se formou no dia do lançamento do livro e no próprio capítulo 12 é explicado o significado da Estrela de Davi na cerimônia de iniciação de Jesus em Gizé. Obviamente que todos esses pormenores eu não poderia colocar no livro, pois tornaria a obra ainda mais extensa e de difícil assimilação, mas pelo menos as questões mais elementares envolvendo a simbologia da geometria sagrada eu procurei abordar de forma bem suscinta e clara no livro.



Participem do fórum para debater os diversos temas e assuntos abordados no blog e na fanpage: AQUI 


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:

16 de set de 2013

Nostradamus e Parravicini: A Previsão de um Evento Global


Arcano 22 a mulher e o tsunami

Recebi uma pergunta interessante sobre uma profecia que pode ser concretizada em março de 2014:

"Boa noite José Alencastro, estou adorando seu livro, iniciei o capítulo 8, e posso te assegurar que seu livro é maravilhoso, muito esclarecedor e que mostra muitas verdades ocultas ao longo da história. Quero te fazer uma pergunta a respeito de uma profecia que está no blog, onde assegura que teremos um Tsunami no oceano Pacífico até Março de 2014, onde será, e o pais mais afetado? Existe um vidente no Brasil que se chama Jucelino Nobrega da Luz, onde o mesmo afirma que haverá um Tsunami ainda esse ano no mês de Novembro nas Ilhas Canárias devido a um vulcão nessa localidade e seu nome é Cumbre Vieja. Há uma relação entre a profecia do blog e esse "vidente" Brasileiro? Poderia me explicar melhor  a respeito dessa previsão desse tsunami no oceano Pacífico. Sou grato por sua resposta." (Edson Pereira)



Olá Edson, fico feliz que esteja gostando do livro A Bíblia no 3º Milênio. A interpretação que eu fiz é baseada em duas profecias: na primeira dela, de Nostradamus, fala a respeito de dois de "bons ares", curiosamente temos dois papas e agora, no dia 22 de setembro, o papa Francisco irá ao santuário de Nossa Senhora de Bonaria em Cagliari, região da Sardenha, na região litorânea italiana próxima a Turquia. Existe um santuário de Nossa Senhora de "bons ares" na Argentina e que deu origem ao nome da capital, buenos aires, por isso o papa ao divulgar a visita falou que seria como uma visita ao santuário da padroeira da Argentina. Dois papas, dois santuários de "bons ares", veja o que diz a quadra de Nostradamus:

“Próximo a “Loing” a falta de dois grandes luminares
Que sobreviverá (surgirá) entre abril e março
O que penúria! Mas dois grandes de “bons ares”
Por terra e mar socorrerão todas as partes” (Centúria III, Quadra V)

"Loing" como foi explicado em outros textos do blog é um anagrama para Lion (leão, líder), que Nostradamus utiliza em várias profecias sobre os dois últimos papas sempre como "loin" ou "loing" e representa o penúltimo papa, Bento XVI, pois Loin em números romanos equivale a 51 (L+I) ou X vezes V mais I , os três números romanos de Bento 16

Os dois papas Francisco e Bento XVI

A profecia fala que próximo a Bento XVI teremos a falta de dois grandes luminares. Bento XVI mora atualmente no convento Mater Ecclesiae dentro dos muros do Vaticano, portanto "próximo a ele" está a sede da Igreja, a Santa Sé. Temos, enquanto Bento XVI estiver vivo "dois luminares", ou seja, dois papas. A profecia fala em algo que surgirá entre abril e março, quando os dois papas não estivessem no trono da Santa Sé, um período, entre abril de 2013 e muito provavelmente março de 2014 (a não ser que Bento XVI permaneça vivo até março de 2015 por exemplo)

Mas a profecia parece indicar indicar que seu cumprimento pode ocorrer agora em setembro, dentro da janela abril 2013/março de 2014, pois fala em "dois grandes de bons ares".  Temos dois papas, um é europeu e o atual é das Américas. Um santuário de Nossa Senhora de Bonaria existe na Argentina (Américas) outro na Europa (Cagliari, na Sardenha). A profecia parece indicar então essa associação entre os dois papas e os dois santuários de "bons ares"

A última linha da quadra define "por (causa) da terra e do mar socorrerão todas as partes", ou seja, um evento global (todas as partes) ocasionado por causa da ação da terra e do mar.

Recentemente postei um vídeo na fanpage mostrando uma estranha abertura que apareceu próxima da pista do aeroporto de Roma, de natureza vulcânica. O vídeo pode ser visto AQUI 

Temos ainda a profecia de Parravicini que diz o seguinte:

“O papado entre novas normas. O mal de ontem deixará de sê-lo. A missa será protestante sem ser e os protestantes serão católicos sem serem. O Papa se afastará do Vaticano em viagens e chegará à América, enquanto a humanidade cairá”

 Desde a eleição do papa Francisco o papado realmente está entre novas normas, pois o atual papa está tentando exterminar o mal do passado que ainda existe na Igreja. Quem viu as missas celebradas pelo papa, sobretudo no Brasil, diante dos argentinos  e depois na orla carioca pode observar que era uma missa muito mais protestante do que católica, inclusive muitos cristãos não católicos devido a simpatia pelo novo papa tornaram-se católicos. A viagem ao santuário de Bonaria em Cagliari é a segunda viagem oficial do papa, sendo que a terceira muito provavelmente será em dezembro para a Argentina (América).


Portanto, a análise das duas profecias parece indicar algum evento em  22 de setembro de 2013 (visita ao santuário de Bonaria na Itália) ou entre setembro e dezembro (provável viagem as Américas) ou ainda a uma viagem as Américas que deve ocorrer até março de 2014. Uma outra possibilidade é que um evento originário no Cumbre Vieja e que atinja a América do Sul em setembro, logo apos a viagem a Bonaria na Itália, motive uma viagem de emergência do papa a região.

De qualquer forma, as duas profecias parecem indicar algo até março de 2014, pois a partir do dia 22 de setembro de 2013 importante parte da profecia terá sido cumprida: a viagem ao santuário de Bonaria. Se vai ser até março de 2014 ou março de 2015 é difícil dizer, mas como após essa viagem em setembro o papa deve vir mais algumas vezes as Américas por ser argentino, então a profecia parece indicar realmente algum evento natural de ordem global, para breve, algo que possa atingir não apenas um único continente, sendo a possibilidade do Cumbre Vieja a que melhor se encaixaria neste panorama. Considerando tudo isso caso ocorra realmente um evento em novembro, então certamente as profecias terão uma relação entre si, caso contrário, não.

Quem tiver interesse em debater essa profecia de Nostradamus e Parravicini ou trazer mais debates sobre as profecias de Parravicini, entre no fórum profecias 2036 no tópico "Estudos proféticos sobre o Apocalipse" e em seguida no outro tópico "Nostradamus e Parravicini:  A previsão de um evento global" para que possamos desenvolver o estudo. Link para o tópico: AQUI 

Abraço



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036


7 de set de 2013

Um Passeio por Nosso Lar e as Cidades da Terra no Futuro


A viagem, projeção astral, colônia nosso lar

No vídeo abaixo é mostrada uma descrição minuciosa da colônia e cidade astral Nosso Lar, baseada nas descrições da obra homônima psicografada por Chico Xavier e nas experiências de projeção astral consciente da médium Heigorina Cunha. Na imagem acima a viagem de aerobus mostrada no filme inspirado no romance de André Luiz.

Ao final do vídeo são mostrados alguns exemplos de construções de cidades físicas, já existentes na Terra, muito semelhantes ao que é relatado na obra Nossa Lar em suas formas geométricas. O vídeo é bem interessante, inclusive uma das cidades mostradas é bem semelhante a  uma das cidades que existiu em um dos principais portos da antiga Atlântida, descrições que farei oportunamente em obra no futuro que falará sobre essa civilização.

No livro A Bíblia no 3º Milênio várias páginas são dedicadas para descrever, na Terceira Parte das três que compõe a obra, duas grandes colônias astrais: Nova Europa e o Triângulo da Paz, sua tecnologia, postos socorristas e como funciona o trabalho dos guardiões das colônias astrais terrestres e sua integração com a grande colônia astral existente no satélite lunar.

Para os que ainda duvidam da existência das colônias espirituais, vale a pena ver o vídeo. Clique na imagem abaixo e conheça mais informações sobre o livro.



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036


6 de set de 2013

Novidades do Livro A Bíblia no 3º Milênio

Livro A Bíblia no 3º Milênio capa e contracapa


A Bíblia no 3º Milênio agora está disponível em 3 formatos, totalizando um completo estudo sobre as profecias

Ela pode ser adquirida no seu formato original, com 650 páginas e 27 capítulos ou em 2 volumes separadamente, sendo que o primeiro volume contém os primeiros 11 capítulos e o segundo volume contém os últimos 16 capítulos.

Os livros podem ser adquiridos no Brasil pelo site Clube dos Autores ou em Portugal pelo site da Bubok. Colocarei todos os links no decorrer deste post.

O livro completo (conteúdo do primeiro e segundo volume) com 650 páginas está a venda pelo valor de R$ 49,99

O volume I com 233 páginas está a venda pelo valor de R$ 29,90

O volume II com 435 páginas está a venda pelo valor de R$ 39,90

Até o dia 07 de setembro de 2013 devido a um desconto do próprio site, os preços estarão ainda menores dos que os citados acima.

Ao final deste post eu deixarei um resumo dos 27 capítulos.


Sobre as versões:

Originalmente o livro possui 650 páginas e 27 capítulos divididos em três partes: a primeira traz estudos teológicos explicando a reencarnação, o karma, a cura espiritual, a vida após a morte, os batismos e a mediunidade, a segunda parte fala sobre o Jesus histórico e os anos ocultos do Messias na Bíblia, já a terceira parte aborda o estudo das profecias bíblicas, de Nostradamus e outros profetas, interpretando o Apocalipse em todos os seus versículos e narrando experiências com projeção astral consciente, com uma ampla narrativa sobre a vida nas colônias astrais, tanto na Terra como no satélite lunar, trazendo informações sobre a atual transição planetária e todo o trabalho realizado pela Espiritualidade para o dia do juízo final que se aproxima no horizonte da Terra.

O livro no seu formato original, com 650 páginas está agora disponível no Clube dos Autores por R$ 49,99, (sendo que até o dia 7 de setembro estará pelo preço de R$ 44,46), basta entrar no link abaixo e comprar pelo site: CLIQUE AQUI 

Os outros dois formatos são:

A Bíblia no 3º Milênio Volume 1 - A Reencarnação, o Karma e a Evolução. Este formato contém toda a primeira parte do livro, ou seja, os 11 primeiros capítulos com estudos teológicos explicando a reencarnação, o karma, a cura espiritual, a vida após a morte, os batismos e a mediunidade. Neste formato o livro contém 233 páginas e está disponível no Clube dos Autores por R$ 29,90 (sendo que até o dia 7 de setembro estará pelo preço de R$ 24,37) Basta entrar no link e comprar pelo site: CLIQUE AQUI 

A Bíblia no 3º Milênio Volume 2 - O Jesus histórico e o Apocalipse interpretado versículo a versículo. Este formato contém a segunda e terceira partes do livro original, do capítulo 12 até o capítulo 27. Neste formato são trazidos estudos sobre sobre o Jesus histórico e os anos ocultos do Messias na Bíblia, já a terceira parte aborda o estudo das profecias bíblicas, de Nostradamus e outros profetas, interpretando o Apocalipse em todos os seus versículos e narrando experiências com projeção astral consciente, com uma ampla narrativa sobre a vida nas colônias astrais, tanto na Terra como no satélite lunar, trazendo informações sobre a atual transição planetária e todo o trabalho realizado pela Espiritualidade para o dia do juízo final que se aproxima no horizonte da Terra. Neste formato o livro contém 435 páginas e está disponível no Clube dos Autores por R$ 39,90 (sendo que até o dia 7 de setembro estará na promoção por R$ 34,37) Basta entrar no link e comprar pelo site: CLIQUE AQUI 

Em Portugal, pela Bubok, o livro com 650 páginas e 27 capítulos pode ser comprado pelo seguinte link: CLIQUE AQUI 

Segue abaixo um link com um tutorial para quem, porventura, encontrou alguma dificuldade em comprar o livro pelo site Clube dos Autores. É um passo a passo bem simples: CLIQUE AQUI 

Livro A Bíblia no 3º Milênio volume I e II capa e contracapa


Resumo dos 27 capítulos:

Primeira parte: Os conhecimentos espirituais e do Evangelho

Capitulo 1 – Os Anjos, espíritos, almas e a essência divina.

Capítulo 2 – A comunicação com os desencarnados, a necromancia, os reis magos, os essênios e o nascimento de Jesus.

Capítulo 3 – O inferno, a salvação, o reino divino dentro de cada um, o significado bíblico da serpente.

Capítulo 4 – Os filhos de Deus, o Espírito Santo, a geração, a adoção e a predestinação divina.

Capítulo 5 – A mediunidade na Bíblia, os dons espirituais, as curas feitas por Jesus e a psicografia nas Escrituras.

Capítulo 6 – O livre arbítrio, o pecado e o karma, a purificação espiritual e os três tipos de cura.

Capítulo 7 – A primeira e a segunda Aliança, a lei da carne e a lei do espírito, a justiça e a misericórdia divinas.

Capítulo 8 – A fé e a caridade, a graça e a justificação da fé.

Capítulo 9 – Os três batismos: arrependimento, provação e prática do amor, o juízo da consciência divina interior.

Capítulo 10 – Ressurreição e reencarnação, o corpo físico e o corpo espiritual descritos por Paulo.

Capítulo 11 – A inexistência da ressurreição na carne, os planos espirituais ou “céus” e a erraticidade. Exemplos científicos da reencarnação, a terapia de vidas passadas e as experiências de quase morte.

Segunda parte: A vida oculta de Jesus desde a redução perispiritual até a ressurreição

Capítulo 12 – O Jesus histórico, seu processo de redução perispiritual. Teve filhos ou foi casado? O papel de Hillel e de José na preparação do Messias, o convívio com os essênios, os anos de peregrinação: Jesus esteve na Índia e Alexandria? Quem realmente foi Maria de Magdala, quem realmente foi Moisés? O Rabi Jesus, João Batista e reencarnação de Moisés e Elias. A pomba, a serpente e a pirâmide na iniciação do Messias, quem eram os apóstolos e sua natureza. Judas de Karioth foi realmente um traidor? Quem realmente era Bar’Abbas? O plano de Cornélius, José de Arimatéia e Pedro. A materialização de Jesus e sua promessa a João Evangelista de retornar enquanto o discípulo amado estivesse vivo.

Terceira parte: Apocalipse versículo por versículo

Capítulo 13 – A arte de estudar profecias.

Capítulo 14 – A projeção astral de João em Patmos, interpretação do primeiro capítulo do Apocalipse, como será a volta de Jesus no fim dos tempos.

Capítulo 15 – As sete fases temporais do Cristianismo através das sete cartas descritas no segundo e terceiro capítulos do Apocalipse, João e a projeção até o astral superior para encontrar Jesus.

Capítulo 16 – O trono celestial, os anciãos do Grande Conselho Terrestre, os quatro animais e os sete espíritos de Deus, interpretação dos capítulos quarto e quinto da Revelação.

Capítulo 17 – Projeção espiritual até a colônia astral Nova Europa, estudo sobre as profecias de Daniel, a geometria divina: estrela de Davi, pirâmide e o círculo. Os Cristos e a egrégora. Grande estudo preparatório com o resumo para os próximos capítulos do Apocalipse.

Capítulo 18 – Daniel e a profecia dos 70 períodos, a profecia da estátua e dos quatro animais e o relógio profético de Acaz.

Capítulo 19 – Compreendendo o exílio planetário, os quatro cavaleiros, as quatro manifestações da Besta, os significados do número 666, o encontro com o guardião.

Capítulo 20 – A colônia-prisão lunar, o estudo completo interpretando os selos, as trombetas e as taças. A Árvore das Vidas e a geometria sagrada na Lua.

Capítulo 21 – As 2300 noites e manhãs da profecia de Daniel, o carneiro e o bode, as revelações do Monte Megido.

Capítulo 22 – As profecias de João XXIII, Nostradamus e Parravicini sobre a vinda do último papa, a queda de Roma e a ascensão do falso profeta antes do juízo final.

Capítulo 23 – Gog e Magog, o falso profeta durante a Grande Tribulação, o capítulo 11 de Daniel, a localização do monte Sião, a tsunami destruidora sobre Europa e Israel.

Capítulo 24 – A natureza das duas Babilônias, arquivos akashicos no prédio vermelho: lembranças da Atlântida, o fim do Sol das Trevas e o exílio da víbora.

Capítulo 25 – A condenação da Besta e o Armagedon, os acontecimentos no plano físico e espiritual no dia do juízo segundo as visões de João Evangelista no vigésimo capítulo do Apocalipse. O edifício branco e o encontro com as equipes socorristas, o triunfo da vida espiritual sobre a morte física.

Capítulo 26 – Os mártires do Cristo, os eleitos e a Nova Jerusalém. Afinal o que é a Nova Jerusalém? Porque seus muros ao redor são menores que a cidade? E o que é a Árvore das Vidas dentro da cidade celestial? Tudo isso com a interpretação do capítulo 21 e 22 do Apocalipse.

Capítulo 27 – Jesus na colônia espiritual Atlântida e a verdadeira religião do terceiro milênio.  



Qualquer dúvida é só perguntar aqui ou pela fanpage ou pelo email, profecias2036@gmail.com


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: 

1 de set de 2013

A Bíblia no 3º Milênio – Pergunta 02: As Encarnações de Moisés



Após o lançamento do livro tenho recebido algumas perguntas dos leitores que estão lendo ou já leram a obra. À medida que novas perguntas chegarem, eu publicarei no blog e na fanpage com as respectivas respostas. Quem está lendo ou já leu o livro e tem alguma dúvida, pode enviar para o email do blog: profecias2036@gmail.com

Da mesma forma, quem quiser receber o pdf com 20 páginas das quase 70 do capítulo 12 que fala sobre a vida oculta de Jesus, pode enviar o pedido para o email que eu eu envio o pdf. 


Pergunta: Estou lendo um trecho no capítulo 7 que diz assim: "Inclusive a previsão feita por Moisés aconteceu e foi necessário que ele retornasse como Elias para novamente relembrar ao povo a existência do Deus Único." Elias seria Moisés reencarnado? Porque João Batista seria Elias reencarnado, né? Já li bastante sobre isso... Inclusive, tem uma confirmação desse fato na própria bíblia. Então, se Elias for o mesmo espírito que foi Moisés, é o mesmo espírito que foi João Batista. Mas e o gladiador "Spartacus", que iniciou a Guerra Servil, a fim de libertar da servidão os povos escravizados pelos romanos? Eu li na fanpage, certa vez, sobre "Spartacus" ser Moisés reencarnado e achei bem possível... Até dá pra observar algumas similaridades de personalidade. Mas, se ele reencarnou como "Spartacus", seria possível que houvesse reencarnado como João Batista? A Guerra Servil ocorreu um pouco antes da vinda de Jesus. A época não é muito próxima?

Resposta: Sim, inclusive eu explico melhor essa questão no capítulo 12 que fala sobre a vida oculta de Jesus. Spartacus morreu entorno de 70 antes de Cristo e JB nasceu 6 meses antes de Jesus (segundo consta no primeiro capítulo de Lucas), ou seja, ali pelos idos de 3 ou 4 A.C.

A diferença não é tão pequena (entorno de 65 anos entre uma encarnação e outra), mas foi necessária para a preparação e conclusão de uma importante missão deste grande espírito: Como Spartacus ele ensinou para um grande número de espíritos o valor da liberdade física, como João Batista o valor da liberdade espiritual.

A imagem de Spartacus estava tão viva no inconsciente dos judeus pobres (ebionitas) e dos zelotes (judeus guerreiros) que eles acreditavam que JB era o Messias libertador e guerreiro que libertaria os judeus do jugo romano e foi justamente por isso que JB teve que batizar Jesus, para mostrar que o verdadeiro Messias era seu primo Jesus e não ele próprio.

No livro é contada a história deste espírito junto com São Jorge e qual a atuação deles entre os guardiões e a missão derradeira de ambos antes do auge do exílio planetário.

Dessa forma, nos tempos bíblicos, esse espírito que encarnou como João Batista, também havia sido antes Spartacus, Elias e Moisés.



O link com o resumo dos 27 capítulos, de A Bíblia no 3º Milênio com 650 páginas  em promoção de 01 a 07 de setembro de 2013 por 49,33 reais no Clube dos Autores:  



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: