29 de nov de 2013

Parravicini em 8 Atos ( Parte IV de VIII) - A Identidade do "Homem Serpente"




Parte III: AQUI 

No estudo, em seis posts, sobre as profecias de Nostradamus, Parravicini e João XXIII e também em toda a análise profética mostrada no livro A Bíblia no 3º Milênio foram identificados os três espíritos imundos descritos no Apocalipse durante o auge da Grande Tribulação: um nasceu na África, o outro emergirá do Oriente Médio e um terceiro da China, tudo interpretado no capítulo 25 do livro que interpreta o capítulo 20 do Apocalipse e explica de forma simples a questão dos “mil anos”, colocando abaixo a tese teológica tantos dos “pré milenaristas” como dos “pós milenaristas”.

Um desses três homens é amplamente mostrado nas profecias de Parravicini e ele deixa diversas pistas proféticas sobre ele. A primeira dela podemos reparar abaixo:



No desenho, logo abaixo do homem–serpente está escrito “Israel regressa” e na roupa do homem- serpente os dizeres “sion será sion” com dois detalhes interessantes: a palavra “on” está marcada e as 3 três palavras estão colocadas de tal forma que colocam 3 letras “S” em seqüência.  

Em outro desenho, Parravicini associa a palavra “sion” a uma estrela de Davi, separando cada um das duas sílabas em dois lados da estrela: de um “si” e do outro “on” como é possível enxergar abaixo:



Parravicini parece associar o homem serpente a alguém de Israel ao dizer “Israel regressa” e associar a palavra no uniforme do homem-serpente (sion) ao principal símbolo de Israel, ao que parece dizendo e dando ênfase: “Sion”, será “Sion”. Mas afinal, quem é Sion???

Pela disposição da palavra abaixo da Estrela de Davi acredito que Sion seja um anagrama, sendo que a primeira sílaba (“Si”) seja o início do nome do homem visto nas visões de Parravicini e a última sílaba (“on”) as duas letras do seu último nome.

Voltando a análise do primeiro desenho, Parravicini marcou a última sílaba “on”. E por qual razão o profeta teria feito isso? A resposta pode estar em dois desenhos.

Vejamos os desenhos:



E este:



No desenho está escrito: “Humanos em desespero, chega OM”

No Hinduísmo a palavra “Om” designa o principal mantra da religião dos hindus e de outras religiões orientalistas e que possui um símbolo universal, mostrado na imagem abaixo



Tal símbolo é bem semelhante ao número 30, apontando que realmente algo acontecerá na década de 30, confirmando outra profecia de Parravicini conhecida como “O Relógio Profético” interpretada neste post:
AQUI 

Podemos considerar que pela semelhança na sonoridade e pela atenção que Parravicini deu a segunda sílaba da palavra sion, tal anagrama pode ser “sion” ou “siom” e no segundo caso existe um homem, em Israel, que possui no primeiro nome as letras “Si” e no último nome “om”.

E não apenas isto: profeticamente ele possui ligação com muitas pistas trazidas por João XXIII no livro “As profecias do papa João XXIII” de Pier Carpi. No livro, existe uma série de profecias que aponta um importante personagem vindo da África, com pele negra, calvo, filho de leopardo, túnica amarela, problema de visão e que se chama Severo. Tal personagem que será o falso profeta, será aliado dos outros dois espíritos descritos no Apocalipse: um nascido no Oriente Médio e um vindo da China. 

O homem que vive em Israel nasceu no mesmo local do personagem descrito por João XXIII, pois a dinastia dos Severos floresceu na região norte da África, mais especificamente na Tunísia, que faz fronteira com a Líbia, local que Nostradamus associa a aparição do falso profeta. O brasão de armas da Tunísia apresenta um leopardo e cor predominantemente amarela, sendo que 99% da população é islâmica.

Alguém nascido na Tunísia e que ainda bebê foi morar em Israel, sendo atualmente um dos principais políticos do seu país, que ainda não tem 60 anos e que na década de 30 estará com pouco mais de 70 anos seria, profeticamente, alguém que poderia estabelecer aliança com um líder vindo da África, assim como estabelecer alguma liderança em relação ao mundo islâmico.

E, curiosamente, esse homem nascido na Tunísia e atualmente político de expressão em Israel já esteve negociando e dialogando, diretamente, com Tunísia e Paquistão, construindo pontes inéditas com o mundo muçulmano.

Ao que tudo indica, Parravicini enxergou esse homem como aquele que desenhou a imagem de um homem serpente e que terá importante papel nos acontecimentos futuros do ápice da Tribulação.

Em mais dois desenhos ele mostrou claramente que esse homem, designado como SION vem de Israel. Vejamos os desenhos:



O texto diz o seguinte: “Ninguém no mundo observa o que está por trás das coisas, lá eles se preparam para invadir. Chega o caos previsto e hoje chega o caos e Sion.”

Parravicini indica que o homem escondeu muito bem suas intenções. No desenho seguinte o mais impressionante, o rosto do homem serpente nomeado por Parravicini como Sion:



Texto: “SION. O judeu reinará.”

Reparem que o homem possui um nariz grande e bem arredondado, semelhante ao homem que nasceu na Tunísia e atualmente é um dos políticos mais influentes de Israel. Para quem já descobriu o nome, um anagrama com a palavra sion, Parravicini deixa esse anagrama ainda mais claro, ao mencionar em um desenho a serpente indo em direção ao trono. Trono em espanhol é Sillon, que coincidentemente também se encaixa perfeitamente nas 3 letras iniciais do primeiro nome e nas 3 letras finais do segundo nome deste personagem.



Outro importante desenho foi mostrado no primeiro texto dessa série e mostra um homem, também com nariz proeminente, tendo em sua orelha a letra "S", uma clara referência a Sion/Sillón



A explicação sobre esse desenho e o ano "70" pode ser vista no texto I dessa série: AQUI 

Se Parravicini está certo? O tempo em breve dirá...   



Eis os próximos 4 textos:

5) A profecia 555 - O significado da famosa profecia e porque em vários desenhos o profeta menciona o número 35.

6) As profecias sobre OM - Ordem Mundial? Ordem Magna? Um símbolo? Um anagrama? Ou tudo isso junto?

7) As datas - As várias profecias sobre "65" e "66", como entender o significado dessas datas e descobrir a confirmação de que Parravicini, assim como João XXIII, também enxergou um "santo de pés descalços" que irá suceder Francisco, mesmo sem ser papa

8 ) As profecias "2000" e "2002" - A análise do significado destas datas e como elas estão inseridas a nível temporal no relógio profético

Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: 

Fórum Profecias 2036:

14 comentários:

rosa amelia muruci disse...

Talvez a conexão com a Argentina,em relação a "SION" esteja aqui:

"A comunidade judaica internacional comprado Patagônia Argentina e Chile para a construção de um segundo Israel."

http://chega2012.blogspot.com.br/2013/11/a-comunidade-judaica-internacional.html

João Inácio disse...

Bem, tudo indica que o Homem-Serpente é este cidadão aqui, que possui uma lenta, porém constante ascensão na política de Israel:

http://en.wikipedia.org/wiki/Silvan_Shalom

João Inácio disse...

Muito interessante é que está ocorrendo atualmente na Líbia. A única pessoa viva da família de Kadaff que permanece no país é seu filho mais velho, Saif al-Islam, um homem jovem, inteligente e muito culto (ele é PhD em Economia pela London's Economic School), fala diversos idiomas e tem entre seus defensores gente do porte dos Rothschilds e ninguém mais, ninguém menos que a Anistia Internacional, que o está tratando quase como um mártir... Interessante tb é que, quando Saif foi preso ele apareceu com os dedos da mão direita cortados, segundo ele, fruto de um ataque aéreo. Entre outras coisas que chamam a atenção é que ele sempre foi considerado como uma espécie de primeiro-ministro do pai e responsável pela implantação de várias reformas sociais importantes na Líbia (na área de educação, saúde pública, etc). Ele tinha até uma fundação filantrópica (que reunia milhões e milhões de dólares graças aos seus muitíssimos amigos influentes, como Tony Blair, os banqueiros judeus e muitos outros. Ele já defendeu várias vezes uma reaproximação com Israel e sempre foi visto com simpatia por grande parte da população líbia (apesar de ser filho de quem era e de ser parte do governo dele). Saif tb tem problemas de visão, vejam só. E agora a Anistia Internacional quer que ele seja libertado imediatamente. Hmmmmm, quantas coincidências aí...

Edson Siqueira disse...

Eis o Homem Serpente: Silvan Shalom ( hebraico : ציון סילבן משה שלום, nascido 04 de agosto de 1958) é um político israelense que atualmente atua como membro do Knesset para o Likud e Ministro do Desenvolvimento Regional , o ministro para o Desenvolvimento do Neguev e da Galiléia e Ministro da Energia e água . Anteriormente, atuou como Ministro das Relações Exteriores do país, o ministro das Finanças, Ministro da Ciência e do Vice-Primeiro-Ministro.Silvan Shalom ( hebraico : ציון סילבן משה שלום, nascido 04 de agosto de 1958) é um político israelense que atualmente atua como membro do Knesset para o Likud e Ministro do Desenvolvimento Regional , o ministro para o Desenvolvimento do Neguev e da Galiléia e Ministro da Energia e água . Anteriormente, atuou como Ministro das Relações Exteriores do país, o ministro das Finanças, Ministro da Ciência e do Vice-Primeiro-Ministro.


Início da vida

Nascido em Gabes, Tunísia, em 04 de agosto de 1958 [1] a uma família que traçou as suas raízes para o sefardita dinastia Beit Shalom, a família de Shalom fez aliá para a cidade de Beersheba , em Israel Negev em 1959. Em 3 de novembro de 1964, enquanto Shalom tinha seis anos de idade, seu pai, Shimon Shalom, um gerente de banco e um membro do Beitar movimento, foi morto durante o curso de um assalto a banco mal feita. O assassinato foi notoriamente conhecido como o primeiro cometido em um assalto a banco na história do jovem Estado de Israel. Com a idade de 18 anos, ele foi introduzido no Forças de Defesa de Israel e alcançou o posto de sargento.
Educação e início de carreira


Depois de desafiar Netanyahu para a liderança do partido no final de 2005 e alcançar o segundo lugar, Shalom recebeu o segundo lugar na lista Likud para as eleições gerais de 2006 e, portanto, não competiu nas primárias 11 janeiro de 2006. Ele foi colocado sétimo na lista do partido para as eleições de 2009 .

Shalom é casado com a israelense talk show Judy Shalom Nir-Mozes . O casal tem cinco filhos e residem em Ramat Gan .

Em janeiro de 2010, ele pediu ao Papa Bento XVI para abrir os arquivos em tempo de guerra do papado de Pio XII . [2]

Opinião do jornalista Ernesto Paglia da globo depois de uma entrevista com o mesmo.
- Não me entenda mal: Silvan Shalom está longe de ser um sujeito antipático. Muito ao contrário. Seu jeito de lidar com os jornalistas é descontraído, sem cerimônias. Afinal, ele conhece bem de perto o mundo da mídia: é casado com uma das mais famosas apresentadoras da TV israelense. E é membro do Knesset, o parlamento do seu país, ininterruptamente, desde 1992. "Definitivamente, não é um novato na arte de fazer amigos e influenciar as pessoas…"

Totalmente à vontade, não tem pudor de mostrar desconhecimento da política do país que visita oficialmente (“- O governo brasileiro é de esquerda?”). Depois de informado sobre a operação policial contra o tráfico de drogas, no Rio de Janeiro, mostra interesse imediato no meu prognóstico (“- Quem vai vencer?”).

Um homem habituado a viver em um país em conflito, mas que aprendeu, na política, a negociar e a dar a devida importância ao peso da economia na complicada equação do convívio entre israel e o mundo árabe.

coloquei entre aspas uma observação importante do jornalista Ernesto Paglia sobre ele o Homem Serpente então aguardemos....

Edson Siqueira disse...

Eis o Homem Serpente, Opinião do jornalista Ernesto paglia sobre Silvan Shalom depois de uma entrevista com o mesmo. Não me entenda mal: Silvan Shalom está longe de ser um sujeito antipático. Muito ao contrário. Seu jeito de lidar com os jornalistas é descontraído, sem cerimônias. Afinal, ele conhece bem de perto o mundo da mídia: é casado com uma das mais famosas apresentadoras da TV israelense. E é membro do Knesset, o parlamento do seu país, ininterruptamente, desde 1992. "Definitivamente, não é um novato na arte de fazer amigos e influenciar as pessoas…"

Totalmente à vontade, não tem pudor de mostrar desconhecimento da política do país que visita oficialmente (“- O governo brasileiro é de esquerda?”). Depois de informado sobre a operação policial contra o tráfico de drogas, no Rio de Janeiro, mostra interesse imediato no meu prognóstico (“- Quem vai vencer?”).

Um homem habituado a viver em um país em conflito, mas que aprendeu, na política, a negociar e a dar a devida importância ao peso da economia na complicada equação do convívio entre israel e o mundo árabe.
coloquei entre aspas uma observação muito importante feita pelo jornalista.

Bruno disse...

José acho que, como diria o mito Chaves, sem querer querendo, acho que descobri possíveis datas para os acontecimentos de Parra-Nostra, que fala que ocorreram ainda com os dois papas vivos, você já ouviu falar do fenomeno natural das luas vermelhas? parece que quando os mesmos ocorrem em datas comemorativas judaicas, há uma forte tendência do fenômeno ocorrer, e em 2014-2015 parece que irá ocorrer exatamente em festas judaicas, não sei até onde isso pode ser verdade, mas como vc costuma pesquisar afundo, o que não é o meu caso, pode depois esclarecer se existe alguma relação, ou se isso é só algum tipo de hoax bem bolado (o fenômeno em si é verdadeiro, porém, eu não saberia precisar se realmente ocorreram nas datas que são apontadas) agora, deixarei no meu próximo comentário as datas onde isso está previsto:

Bruno disse...

O QUE SÃO ENTÃO AS TETRADS?
Uma tetrad é a ocorrência de quatro eclipses totais consecutivos da lua (definição da NASA).

Sempre que há uma coincidência - muito rara - das chamadas "luas vermelhas" (tetrads) com o período das Festas de Israel, dão-se acontecimentos dramáticos com o povo e a nação de Israel . A História tem comprovado que essas coincidências de luas vermelhas com as festas judaicas trazem desgraça para Israel e para o povo judeu, mas consequentemente uma grande vitória. Podemos então adiantar que as tetrads são sinais indicadores para Israel? Claro que sim!

Alguns exemplos:
Desde o ano 1 d.C. são conhecidas 7 tetrads que ocorrem no início da celebração da Festa bíblica da Páscoa e da Festa dos Tabernáculos. Os anos em que ocorreram estas tetrads são:

162-163
795-796
842-843
860-861
1493-1494
1949-1950
1967-1968

AS 3 TETRADS ASSOCIADAS A CONHECIDOS EVENTOS IMPORTANTES PARA O POVO JUDEU:

1492 - tetrads - expulsão dos judeus de Espanha.

1949-50 - tetrads - Dois eclipses lunares totais, sendo o primeiro na Festa da Páscoa (13 de Abril) e o segundo no dia da Festa dos Tabernáculos (7 de Outubro de 1950) em pleno início do estado moderno de Israel e durante a Guerra da Independência, que se estendeu por um ano. Em 1950, o primeiro eclipse deu-se no dia 2 de Abril, em plena Festa da Páscoa, e o segundo ocorreu em 26 de Setembro, na Festa dos Tabernáculos.

1967 - tetrads - Primeiro eclipse deu-se no primeiro dia da Festa da Pascoa (24 de Abril) , o segundo eclipse ocorreu no primeiro dia da Festa dos Tabernáculos (18 de Outubro de 1967) após a Guerra dos Seis Dias e consequente vitória de Israel e reconquista de Jerusalém. Em 1968, o primeiro eclipse da lua deu-se no dia 13 de Abril, na Páscoa, e o segundo ocorreu a 6 de Outubro, na Festa dos Tabernáculos.


Bruno disse...

AS TETRADS DE 2014 E 2015
A grande preocupação dos pesquisadores bíblicos e não só tem a ver com a estranha coincidência de 4 tetrads em 2014 e 2015 exactamente no início das festas judaicas da Páscoa e dos Tabernáculos!
Nas palavras do reconhecido pastor John Hagee, "isto é algo para além de coincidência."
Estes próximos 4 eclipses da lua serão raríssimos, uma vez que entre os séculos 22 e 25 não se dará mais nenhum destes eventos astronómicos! Portanto, durante os próximos 500 anos não se assistirá a mais nenhum destes fenómenos...

Mas, para além dos 4 eclipses da lua coincidindo com o início das Festas judaicas, teremos também 2 eclipses totais do sol no início do ano judaico (o bíblico e o religioso)!

ECLIPSE TOTAL DO SOL EM 2014 - 20 de Março, que é o primeiro dia do antigo calendário bíblico (1º dia do mês de Abib, ou Nisan)


PRIMEIRA TETRAD DE 2014 - 1º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 15 de Abril de 2014, que será o primeiro dia da Festa da Páscoa judaica.

SEGUNDA TETRAD DE 2014 - 2º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 8 de Outubro, que será o primeiro dia da celebração da Festa judaica dos Tabernáculos.

PRIMEIRA TETRAD DE 2015 - 1º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 4 de Abril, que será o primeiro dia da celebração da Páscoa judaica.

ECLIPSE TOTAL DO SOL EM 2015 - 13 de Setembro, que será o primeiro dia do novo ano judaico.

SEGUNDA TETRAD DE 2015 - 2º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 28 de Setembro, que será o primeiro dia da celebração da Festa dos Tabernáculos.
Segundo os gráficos da agência espacial norte-americana NASA, só este eclipse total da lua é que poderá ser visto em Israel. Mas será um dos mais longos eclipses alguma vez observados. Iniciar-se-à logo depois da meia-noite do dia 28 de Setembro e durará até às 04H48 (hora de Israel).


Quatro eclipses lunares totais a ter lugar exactamente nos primeiros dias das Festas bíblicas da Páscoa e dos Tabernáculos, em dois anos seguidos, é algo de espantoso - certamente muito mais do que uma mera coincidência!
Mas se juntarmos a isso os dois dias em que irão ocorrer 2 eclipses totais do sol nos dias exactos em que se inicia o calendário judaico (20 de Março de 2014 = 1º dia do mês de Nisan, 2 semanas antes da Páscoa, e em 13 de Setembro de 2015 = 1º dia do Novo Ano judaico, 1º do mês de Tishri) podemos perceber que algo poderá estar para acontecer, e que Deus mais uma vez está a revelar isso aos entendidos através de "sinais no firmamento"! "Nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão" (Daniel 12:10).


para ler o texto completo: http://shalom-israel-shalom.blogspot.com.br/2013/11/as-tetrads-de-2014-e-2015-os-judeus-e.html

José Alencastro disse...

É possível que exista uma ligação sim Bruno, até porque é bem possível que até abril de 2015 (em 1 ano e meio aproximadamente) tenhamos ainda dois papas, requisito principal para a realização da profecia de Nostradamus e Parravicini analidada em posts anteriores aqui do blog. Considerando ainda o texto sobre as profecias do relógio profético eu acredito que a possibilidade exista sim. Abraço

Ananda A disse...

Sionismo


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Theodor Herzl (1860 – 1904), Fundador do sionismo moderno
Sionismo (em hebraico: ציונות Tsiyonut) é um movimento político e filosófico que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e à existência de um Estado nacional judaico independente e soberano no território onde historicamente existiu o antigo Reino de Israel (Eretz Israel).

O sionismo é também chamado de nacionalismo judaico e historicamente propõe a erradicação da Diáspora Judaica, com o retorno da totalidade dos judeus ao atual Estado de Israel. O movimento defende a manutenção da identidade judaica, opondo-se à assimilação dos judeus pelas sociedades dos países em que viviam.

O sionismo surgiu no final do século XIX na Europa Central e Oriental como um movimento de revitalização nacional e logo foi associado, pela maioria dos seus líderes, à colonização da Palestina. Segundo o pensamento sionista, a Palestina fora ocupada por estranhos.1 Desde a criação do Estado de Israel, o movimento sionista continua a defender o estado judeu, denunciando as ameaças à sua permanência e à sua segurança.

José Alencastro disse...

Olá Ananda, a profecia diz respeito a um homem que pertence ao povo judeu e não ao movimento em si, tanto que Parravicini cita categoricamente "o judeu reinará" e desenha o rosto do cidadão, com traços e nariz bem semelhante ao nome encontrado no anagrama sion e sillon. Várias profecias de Parravicini sobre o tema utilizam simbolismos como a própria estrela de Davi e a própria referência a sion que rapidamente remete a "sião" ou ao próprio movimento sionista, mas a profecia é clara: não fala do movimento sionista em si ou do povo israelense como um todo, fala sim de um homem, com características físicas bem definidas, judeu e que terá importante papel nos eventos proféticos do futuro em relação a Africa e Oriente Médio.

João disse...

Que tal essa passagem de Apocalipse: "O sol ficou escuro como tecido de crina negra, toda a lua tornou-se vermelha como sangue..." As explosões solares lembram o esvoaçar do rabo ou crina de cavalo, já viram fotos dos jatos do sol?

PLANO A disse...

Não terá a ver Sion, com a ordem dos templários, ou atualizando, priorado de Siao, toda a gente sabe do envolvimento desde tempos remotos na guerra a terra santa. Aqui fica a dica, porque o que começou na história terminará com a história! Abraços

PLANO A disse...

Eu penso que a palavra sion, refere-se á ordem dos templários, ou priorado de sião, sabe-se desde tempos remotos de o envolvimento desta ordem no atentado e guerra a terra santa ( Israel). Nada impede que um líder israelita pertença a esta ordem, e todos sabemos que o que aconteceu na história termina a história. Espero feed Back mesmo sendo um absurdo esta dedução.abraços