16 de fev de 2012

Palestra Andrè Luiz Ruiz ( Apocalipse 2012, Crop Circles, Elenin, Nibiru, Fema e Teoria da Conspiração)



Recebi a sugestão desse vídeo através do amigo Edu, é um material de 3 horas contendo uma palestra do André Luiz Ruiz, autor da trilogia "Herdeiros do Novo Mundo" que aborda alguns aspectos do período conhecido como "Transição Planetária". Essa trilogia aborda aspectos interessantes do atual momento da humanidade, relatando as bases lunares localizadas no plano astral pra onde são enviados periodicamente milhões de espíritos já exilados da Terra aguardando o momento do expurgo para o orbe exílio. Essa informação foi também trazida na trilogia "Reino das Sombras" do médium Róbson Pinheiro, dois médiuns que confirmam informações que tive acesso ainda na adolescência quando pude participar de mais de 500 reuniões do Dr Fritz, que já falava nessas bases nos anos 90 e relatou, no início dos anos 80 que o auge desses eventos ocorreria exatamente na década de 30, algo que confirmei sem sombra de dúvida nos estudos sobre a profecia de 2036 que exponho em mais de 25 textos nesse blog.
   
A palestra tem pontos bem interessantes, no geral é bem alinhavada, sobretudo na questão dos Crop Circles, buscando um viés mais científico e menos "esquisotérico", da mesma forma ao abordar a pesquisa sobre o alinhamento de alguns planetas do nosso sistema solar e a incidência de grandes tremores em virtude desses alinhamentos. 


A parte que achei fraca foi a questão do Elenin, Apocalipse 2012, Nibiru (suposto astro intruso entrando no sistema solar), assim como as "coincidências" entre o filme Impacto Profundo e o Elenin. Esses pontos eu comentarei em um ou dois textos nas próximas duas semanas, até pra dar tempo dos leitores assistirem ao vídeo com calma, que é longo mas compensa.

Ao realizar em breve esse trabalho de análise do vídeo tentarei expor alguns "furos" que foram apresentados e algumas informações novas, para que o leitor desse material que assistiu o vídeo possa comparar as informações e assim formar a própria opinião a respeito dos assuntos abordados no vídeo e a respeito dos comentários que farei. O vídeo está dividido da seguinte forma nas 3 horas de palestra:

Apresentação : primeiros 5 minutos

Distorção cognitiva: 5 minutos a 10 minutos

Coisas estranhas no Sistema Solar ( Lua, Saturno, Júpiter, Vênus, movimentação dos pólos na Terra): 10 minutos a 28 minutos

Crop Circles : 30 minutos a 1hora e 9 minutos

Alinhamentos planetários produzindo terremotos: 1 hora, 22 minutos e 50 segundos a 1hora, 29 minutos e 15 segundos

Elenin passagens pela Terra de agosto de 2011 a novembro de 2011: de 1hora e 29 minutos a 1hora e 32 minutos

Nibiru e Elenin : 1 hora e 38 minutos  a 1hora e 57 minutos

Nibiru descoberto em 1983 : 1 hora e 57 minutos  a 1hora e 59 minutos

Fema: 2 horas a 2horas e 3 minutos

Impacto profundo x Elenin e Nibiru : 2 horas e 3 minutos a 2 horas e 37 minutos

Erupções solares : 2 horas e 38 minutos a 2 horas e 41 minutos

Encerramento com a visão espírita do palestrante : 2 horas e 41 minutos até o final


Sites e links que serviram de base para a palestra:

Atualidade Vulcânica em Canarias - Ilha do Ferro - http://www.avcan.org
British Astronomical Association - http://www.britastro.org/baa
Cornell University Library - Estudos de Lorenzo Iorio - http://arxiv.org/abs/1102.0212
Declaração oficial do administrador da NASA - http://www.nasa.gov/centers/hq/emergency/personalPreparedness/index.html
Estudos Profº Mensur Omerbashich - http://arxiv.org/abs/1104.2036
FEMA - Federal Emergency Manegement Agency - http://www.fema.gov
GoogleSky - Telescópio no Computador - http://www.google.com/sky
Jet Propulsion Laboratory (JPL) - http://www.jpl.nasa.gov/index.cfm
NASA - National Aeronautics and Space Adminstration - http://www.nasa.gov
RA Station Club - http://rastationclub.blogspot.com 
Saturno Estudos da Posição do Planeta 03/08/2011 - http://www.scribd.com/fullscreen/60725711
SDO - Solar Dynamics Laboratory - http://sdo.gsfc.nasa.gov
SOLAR SYSTEMS DYNAMICS - Horizons Web-Interface - http://ssd.jpl.nasa.gov/horizons.cgi
Stellarium - Telescópio no Computador - http://www.stellarium.org
STEREO - Solar Terrestrial Relations Observatory - http://www.nasa.gov/mission_pages/stereo/main/index.html
Telescópio do Polo Sul - http://pole.uchicago.edu
WorldWide Telescope - Telescópio no Computador - http://www.worldwidetelescope.org/Home.aspx 





Comentário I : AQUI 

Comunidade Profecias 2036 no Orkut:   http://www.orkut.com.br/Community?cmm=98634186

   

9 de fev de 2012

Experiencias com Desdobramento (Parte 2 de 5) - Explodindo um apartamento no astral

dragão azul, dragão nas nuvens , dragão chinês, dragão zodiacal

Parte I: AQUI 


Ao contrário do que alguns projetores andam dizendo por aí, desmanchar instalações astrais não é tão “mole”, como alguns andam querendo mostrar, talvez para tentar mostrar um poder que não possuem. Histórias de projetores que derrotaram exércitos de magos negros, dragões e milícias, destruindo bases com simples comandos “mágicos” ou usando pulsos magnéticos aparecem todos os dias, em sua maioria são fruto da imaginação desses médiuns desavisados, na maioria das vezes vítimas da própria vaidade e que facilmente tem as próprias memórias do desdobramento astral, apagadas por si próprios, e no lugar criam um “final feliz” segundo o próprio desejo imaginário.

Quem trabalha com Apometria sabe (ou deveria saber) de duas coisas básicas: mesmo uma grande corrente de médiuns pode em muitos casos não dar conta de desmantelar uma base no astral e caso tenha força para fazê-lo, jamais o fará sozinha, será guarnecida por equipes de guardiões no astral. Isso por si só já invalida histórias de médiuns que andam dizendo por ai que sozinhos ou com meia dúzia de “companheiros” desdobrados destruíram exércitos de milícias umbralinas ou bases no astral, derrotando vários magos da escuridão. 

O segundo entendimento básico que todo médium deveria saber é que os encarnados são muito mais vulneráveis do que os desencarnados que atuam nessas milícias, ainda mais em se tratando do território onde agem e conhecem bem no astral. Mesmo um bom projetor encarnado está preso a certos limites e paradigmas do seu cérebro físico que o impedem de atuar 100% no astral mesmo que totalmente lúcido em um desdobramento consciente, algo que não ocorre com magos e membros de milícias umbralinas que por vezes estão vivendo aquelas realidade há séculos. Por esse motivo nenhum projetor ou equipe de projetores executa qualquer missão nessas regiões do astral inferior sem a presença de uma equipe de guardiões comandando a missão.

Volta e meia os guardiões resolvem colocar uma base umbralina abaixo, o problema é que são muitas e exige-se certo planejamento tático para realizar esse tipo de trabalho.

Pude participar a alguns anos de uma dessas missões com vários outros médiuns desdobrados, muitos inclusive em desdobramento inconsciente, ou seja, realizaram o trabalho e ao voltar aos seus corpos físicos não se lembraram do que ocorreu.

Certa noite, vi a mim mesmo, desdobrado conscientemente em um apartamento localizado no astral da orla carioca, não pude identificar ao certo qual era o bairro, se Copacabana ou Ipanema, lá estava ocorrendo uma espécie de recepção, com garçons, champagne e outras bebidas, homens e mulheres vestidos de forma muito elegante e eu ali, no meio daquele pessoal, trajado a caráter para a ocasião.

Logo percebi que conhecia duas pessoas ali, me eram familiares do trabalho no astral e não do mundo dos encarnados. Um deles era um homem com feições orientais, parecia descendente de japoneses e uma mulher, ambos bem discretos e estavam ali , assim como eu, para executar o plano dos guardiões.

De repente ouvi algo ecoando nos meus ouvidos, era uma espécie de “ponto” eletrônico com uma voz que dizia para em poucos segundos detonarmos as bombas naquele local. Assim que terminou de dar o comando, apareceu uma tela mental a minha frente, pra ser mais precisamente um “arquivo mental” mostrando a rota de fuga por uma escadaria, que terminava nos fundos de uma loja, que ficava no primeiro andar daquele prédio onde estava o apartamento. Era uma loja de brinquedos e eletrônicos, utilizada para atrair jovens e adolescentes para o prédio, para serem aliciados e seduzidos pela equipe de “elementos” que dominava aquele lugar. Tudo isso foi colocado pra mim em pouquíssimos segundos, como se meu cérebro tivesse capacidade de processar e visualizar muito mais rápido as informações e realmente era o que acontecia, por se tratar do cérebro astral muito mais “potente” do que o cérebro físico.

Prédio explodindo, explosão em edificio, torre em chamas

Eu, o japonês e a mulher, iniciamos o plano. Aproximei-me discretamente da janela localizada na sala do apartamento e “colei” duas pequenas pastilhas, que eram explosivos na parede que ficava abaixo da janela.

Percebi os outros dois “espiões” fazendo o mesmo em locais estratégicos do apartamento. Nós três já estávamos freqüentando aqueles “domínios” a algumas semanas, fazendo o papel de “alienados” e seduzidos pelas “tentadoras” ofertas dos donos dos lugar, sempre oferecendo benefícios na vida física em troca de alianças escusas com aquela equipe umbralina , equipe essa que patrocinava a tal recepção de luxo no apartamento em que eu e os outros dois espiões nos encontrávamos.

Mulher ninja, mulher com espada, loira samurai, loira com katana


Os explosivos detonariam um minuto depois de acionados.

Logo após colarmos estes nas paredes do local, nos dirigimos discretamente para a cozinha do local para então sair pela porta dos fundos. Algo deu errado e alguém desconfiou do movimento em conjunto de três espíritos indo pra cozinha.

Ao perceber que um dos “seguranças” se aproximava eu me dirigi ao local onde havia colocado as pastilhas de explosivo, desviando a atenção do “segurança” (um membro da milícia que cuidava do lugar, vestido com uma roupa que lembrava um smoking ou algo parecido). No ponto eletrônico a voz me alertou, faltavam dez segundos para ocorrer a explosão. Não tive duvida, o apartamento era próximo ao sétimo andar, resolvi então pular da janela, afinal estava em desdobramento consciente e já dominava com certa facilidade a levitação com o corpo astral.

Logo que toquei os pés no chão fora do prédio, ouvi a explosão colocando todo aquele andar abaixo, enquanto que meus dois companheiros de “espionagem” fugiam pela rota de fuga programada, aproveitando pra deixar outras pastilhas explosivas no caminho, para que então o prédio todo fosse completamente avariado, facilitando o trabalho dos guardiões que viriam em seguida para sepultar aquela construção astral de vez.

Não haveria confronto, pois boa parte da milícia do local havia sido ferida pela explosão (apesar de serem imortais e não “morrerem”, eram passíveis de ferimentos na estrutura astral de seu corpo) e outra parte havia fugido, dessa forma o fator surpresa e a natural desorganização na fuga facilitariam o trabalho da captura dos fugitivos, desmantelando assim mais uma milícia umbralina.        


Parte III : AQUI



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: 
http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036

2 de fev de 2012

Experiencias com Desdobramento (Parte 1 de 5) - Tsunamis no Mundo Espiritual

Tsunami imagem, maremoto, onda gigante na praia carioca

Crédito imagem Ricardo Designer 

Nessa série de textos que colocarei nas próximas semanas no blog, tentarei mostrar através de algumas experiências que tive nos últimos anos envolvendo desdobramento consciente, como funciona um pouco da realidade no plano astral. Decidi escrever essa série de textos em virtude de muitas fantasias que estão surgindo ultimamente em vários relatos de desdobramento consciente: médiuns que dizem ter vencido os terríveis dragões do abismo, outros jurando de pé junto que ficaram frente a frente com esses seres, em outros casos médiuns alegando que derrotaram sozinhos, equipes inteiras de magos negros, realizando apenas comandos mentais mágicos, símbolos magísticos e outras lendas, alguns ainda se colocando como lideres de equipes de guardiões do astral. Tentarei nesses próximos textos trazer uma visão um pouco menos fantasiosa e mais ligada á realidade dos fatos, com base nas minhas próprias experiências e na vivência prática da Apometria.

Antes de mais nada é preciso ter uma noção sobre o que é o plano astral. O plano astral é o local pra onde todos nós vamos quando dormimos, morremos ou realizamos uma projeção astral, é um plano que pode ser dividido geograficamente, a grosso modo, em inferior, intermediário e superior.

O plano astral inferior é onde está localizado o umbral da Terra, os charcos umbralinos, o "inferno" descrito pela Igreja.Na contrapartida física do planeta esse nível do astral está abaixo da superfície em alguns milhares de kilometros.

O plano astral intermediário está localizado na superfície terrestre é pra onde a maioria dos encarnados vai enquanto dorme, perambulando pelas ruas, ajudando equipes socorristas do astral, realizando obsessões conscientes ou inconscientes ou simplesmente ficando em repouso ao lado do corpo físico enquanto esse permanece inerte na cama.

Por fim existe o plano astral superior, localizado na contrapartida física da Terra nas zonas mais altas da atmosfera, no chamado céu físico. Lá , assim como no umbral, são construídas colônias astrais com matéria astral moldadas segundo a ação mental dos construtores, espíritos que estudam para exercer essa função, e são relatadas no conhecimento espírita e espiritualista de diversas formas, como, por exemplo, em "Nosso Lar" de Chico Xavier ou "Grande Coração por Ramatis. 


Basicamente esse é o plano astral, um plano que interpenetra o plano material (esse que vivemos com o corpo físico), plano astral onde o espírito não se manifesta com corpo físico (como no plano material), mas com corpo astral ou perispírito, ou como diz a Bíblia "corpo espiritual" (1 corintios 15:44), um corpo de natureza semi material, composto de matéria em um estado mais etérico do que a matéria do plano material, uma matéria mais diáfana, quintessenciada.

A grande fonte de energia do plano astral inferior, controlado por diversos magos da escuridão e suas milícias é o Sol Negro, egrégora que se encontra sob o controle dos supremos ditadores do abismo, nas zonas mais inferiores do astral inferior, conhecidos como dragões (ver mais detalhes no texto sobre o Sol Negro aqui no blog ou na trilogia Reino das Sombras do Robson Pinheiro), é essa energia que age sobre a matéria astral e o ectoplasma que essas milícias conseguem junto aos encarnados.

Entre o plano astral inferior e o plano astral intermediário existem diversos portais, espécie de “backdoor” ou “wormwhole” ligando as freqüências distintas desse mesmo plano como um dial percorrendo os canais de rádio. Alguns desses portais estão sob controle de guardiões, muitos sob o controle das milícias, ainda mais nesses tempos de exílio planetário e anos finais da era de expiação e provas, quando o número de futuros exilados encarnados é muito grande e o umbral se agita já pressentindo as drásticas mudanças que ocorrerão em toda a estrutura física e astral do planeta durante a separação dos lobos e cordeiros.

Relatarei alguns casos, estruturas e missões que realizei tanto no astral intermediário como no astral inferior, sobretudo envolvendo as cidades do Rio de Janeiro e Porto Alegre, expondo uma intrincada rede de interesses envolvendo encarnados e desencarnados, a grande maioria envolvida sem saber com aquilo que realmente estão mexendo, mas, sobretudo, tentando despertar algumas pessoas para um olhar mais crítico, acurado e reflexivo sobre algumas informações e “promessas” que vem sendo oferecidas sobre a espiritualidade e certos poderes ofertados, pois muitas vezes embaixo de um verniz que parece ser de bondade e luz pode se esconder algo muito traiçoeiro.


Muitas vezes nem tudo que parece ser, realmente é. 


Exatamente por isso o texto a seguir possa, talvez, esclarecer algumas experiências, sonhos, sonhos lúcidos, lembranças que o leitor desse texto possa ter vivenciado e não entendeu muito bem o porque de um sonho ou uma sensação estranha após uma noite de sono.



Desdobrando no Rio de Janeiro –  As grandes tsunamis

Cristo redentor no rio de janeiro braços abertos pra baía de guanabara

A zona sul carioca conta com alguns dos bairros mais conhecidos e visitados pelos turistas: Copacabana e Ipanema. A arborizada Praça General Osório, próxima ao morro do Cantagalo é no astral intermediário uma floresta, com dimensões muito maiores do que a da praça localizada no plano físico. É cheia de árvores e muito verde, quanto mais se tenta adentrar mais vai ficando fechada a mata, um claro mecanismo de proteção criado por aqueles que comandam o local, algum grupo do astral inferior certamente. Esse local, essa mata, é o ponto central de ligação com diversos morros astrais, que estão intimamente ligados aos morros físicos da zona sul carioca. Atuam como portais, controlados por milícias astrais apresentando em alguns pontos reservatórios de energia, em boa parte criada, abastecida e sustentada pelo consumo desordenado de drogas na região.

De um desses morros astrais, localizado em Ipanema, no astral intermediário, mas com ligações a vários níveis do astral inferior, sai uma enorme ponte feita de material metálico que adentra por um gigantesco túnel, encravado em outro morro astral. Essa ponte está localizada no astral um pouco acima dos prédios do plano material do bairro carioca, é essa ponte que faz uma ligação entre os bairros de Ipanema e Copacabana, uma ligação guarnecida que serve como proteção a constante repressão dos guardiões (o exército destacado pelo Alto para proteger e conter os excessos naquela região astral). 


Já a ligação que os espíritos trevosos dos diversos grupos do astral utilizam entre Copacabana e o centro do RJ são através do subterrâneo, em determinados pontos do bairro no plano astral intermediário, existem pontos de entrada, assim como os pontos que existem no plano físico para ir a uma estação de metrô. Mas ao descer essas escadas, logo se percebe que existem diversos níveis e em cada “andar” é possível sair em um novo ponto do bairro ou até o centro da cidade e dependendo da descida ir a regiões cada vez mais inferiores do astral.

Em cada um desses níveis, é possível ver um ponto da cidade, muito parecido com a localidade da esfera física, com céu, atmosfera, mas obviamente não estão esses céus um embaixo do outro, são na verdade níveis energéticos, níveis de vibração que estão no mesmo local, um dentro do outro, podendo se subir ou descer a freqüência conforme se sobe ou desse as escadarias da entrada do portal, um simples mecanismo de transporte de um nível a outro.

Ironicamente as entidades do local chamam aquela escadaria exatamente de metrô, devido a semelhança do metrô utilizado pelos encarnados que normalmente é localizado abaixo da terra , nas profundezas, aquelas escadarias levam ao níveis cada vez mais inferiores do astral, servindo de elo de ligação entre o astral inferior e o astral intermediário.

Existe também uma ligação extensa entre a zona sul carioca e Niterói, por uma rede de pontes e estradas astrais sobre o mar (da pra ter uma idéia olhando o mapa abaixo), que passa por diversos becos e estruturas astrais construídas no astral intermediário, onde no plano físico existe apenas mar. 

Mapa com a ponte entre rj e niteroi, mapa rio de janeiro e niterói

Quanto mais próximo da orla no plano físico mais esses prédios astrais vão ganhando contornos de luxo e requinte, a semelhança dos prédios construídos no plano físico, inclusive esses locais já foram assolados por tsunamis no astral, um mecanismo que a própria espiritualidade usa para desfazer essas construções astrais de tempos em tempos, eu mesmo pude presenciar várias. Algumas dessas estruturas pitorescas são construídas com pedras, a semelhança do Egito antigo, inclusive com inscrições em hieróglifos dando ainda um ar mais peculiar a tudo aquilo. 

É por esse motivo que muitas pessoas que vivem na região da orla carioca ou já estiveram la alguma vez, tem sonhos tão reais ou lúcidos envolvendo catástrofes por tsunamis no local, não porque todas tenham realmente sido tragadas por um tsunami na Atlântida ou em outro trágico desencarne pelas águas , mas simplesmente porque presenciaram em desdobramento consciente a destruição dessas estruturas astrais montadas pelas milícias umbralinas na orla carioca, só que no  plano astral.

Essas fortes lembranças que muitos já tiveram em algum sonho muito real é um prenúncio do que ocorrerá com a orla carioca, no plano material, durante o auge dos eventos da transição planetária. 

Pude presenciar num desdobramento a visão desses acontecimentos. Eu estava em espírito e corpo astral no topo do Cesar Palace e a tsunami já havia passado, deixando a água que invadiu a orla até quase a altura do topo desse prédio, pude perceber pessoas dentro dessa torre, já desencarnadas sem saber que tinham morrido e não entendo como ainda poderiam estar vivas (e realmente estavam, só que já sem o corpo físico) e na estrutura astral ainda de pé, que era a contrapartida da estrutura física da torre que já havia caído. 


As equipes socorristas apenas retirariam aquelas pessoas dali, já desencarnadas e muito assustadas sem entender o que estava acontecendo, para então permitir que a estrutura astral daquele prédio/torre também se desfizesse. Eu estava ali, desdobrado, vendo aqueles acontecimentos ocorrendo no astral, no futuro, inserido naquela realidade, naquela outra linha de tempo, podendo presenciar algo que ainda não aconteceu no plano físico, mas já é pressentido por muitos para acontecer algum dia.

No próximo post relatarei uma missão que realizei no astral intermediário do Rio de Janeiro. 


Parte II : AQUI    

Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: 
http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036