5 de dez de 2012

O Grande Terremoto e a vinda da Nova Era prevista por Jesus

A queda da Atlantida, apocalipse atlante
O Apocalipse atlante

Pra saber mais sobre esse tema, o post do blog: AQUI 

Um dos grandes eventos descritos por Jesus tanto no sermão profético como no Apocalipse é um imenso terremoto, maior do que o evento ocorrido na Atlântida, terremoto esse que demarcará segundo o Messias o auge dos eventos da Grande Tribulação e a aproximação da Nova Era de Regeneração/Luz. Vamos compreender um pouco como será este evento:

“O Dragão Vermelho varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos. Houve, então, relâmpagos, vozes e trovões, assim como um terremoto tão grande como jamais houve desde que há homens na terra. A grande cidade foi dividida em três partes, e as cidades das nações caíram. TODAS as ilhas fugiram, e montanha alguma foi encontrada. O céu desapareceu como um pedaço de papiro que se enrola e TODOS os montes e ilhas foram tirados dos seus lugares. Depois vi o Cordeiro abrir o sexto selo; e sobreveio então um grande terremoto. O sol se escureceu como um tecido de crina, a lua tornou-se toda vermelha como sangue e as estrelas do céu caíram na terra, como frutos verdes que caem da figueira agitada por forte ventania. No dia em que Lot saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu, que exterminou todos eles. Assim será no dia em que se manifestar o Filho do Homem . Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação”. (Apocalipse 12:4,9; 16:18-20; 6:14, 12,13; Lucas 17:29-30, 21:28)

Dragão vermelho é a referência que é feita a serpente primitiva (Apocalipse 12:9) que reina no abismo, conhecida como Apolion e Abadon (Apocalipse 9:11), palavras de origem grega e hebraica que significam devastador, o mesmo devastador que é referido ao final da profecia dos 70 períodos de Daniel (Daniel 9:27), profecia essa citada por Jesus no sermão profético. 

Segundo antigas lendas egípcias, que se perpetuaram entre o povo hebreu, existia uma criatura primitiva, uma gigantesca serpente nas profundezas da Terra, que vivia no abismo e que tinha como nome Apep, palavra que significa destruidor, sinônimo de devastador, ou seja, essa mitológica criatura é citada tanto em Daniel, como no Apocalipse. Em ambos, entretanto, essa criatura é relatada como algo que vem dos céus, pois vem “na asa das abominações” (Daniel 9:27) ou como um dragão (serpente voadora) que é precipitado na terra (Apocalipse 12:9) ou como diz Daniel “caia sobre o devastado” (Daniel 9:27).

Apophis o dragão vermelho vindo dos céus , apep a primitiva serpente

Apep, vindo dos céus e sendo descrito como uma serpente voadora (dragão) vermelha caindo na terra, o que seria afinal? Bingo pra quem respondeu o asteróide Apophis (sinônimo grego para o hebraico Apep), pois um asteróide caindo do céu tem a aparência exatamente vermelha, trazendo intenso calor ao seu redor como labaredas de fogo explodindo (a semelhança de um dragão) e formando na descida uma cauda. Esse evento, somado a outros eventos desencadeados pela queda do asteróide, seriam suficientes para mover em muitos graus o eixo terrestre, realizando as profecias feitas por Ramatis sobre a verticalização do eixo terrestre. Esse fenômeno causaria a impressão de estrelas caindo do firmamento, devido ao movimento abrupto do eixo. Mas porque então é dito que um asteróide será o sedutor do mundo inteiro? Simplesmente pelo fato de que, de alguma forma, todos os seres sentirão o efeito da sua vinda; seduzir significa fascinar que em última instância significa subjugar (segundo o dicionário Aurélio) e a ação do Apophis colocará toda a humanidade terrestre sob o seu jugo de alguma forma em virtude dos efeitos que causará.

A divisão em 3 partes da “grande cidade” é uma referência a divisão dos Estados Unidos, em virtude de dois fenômenos que serão desencadeados pela queda do Apophis, um deles é o Big one na costa oeste e o outro evento, mais ao norte, é em Yellowstone. Esses eventos é que escurecerão o dia e especificamente o tremor em San Andreas será o grande tremor citado por Jesus, que em virtude da divisão do território americano causará o afundamento de uma das placas tectônicas, causando maremotos em todas as regiões costeiras do planeta. Mais sobre a grande cidade no Apocalipse pode ser visto AQUI 

A confirmação de que será através de um asteróide que os eventos serão desencadeados, está no relato de Jesus no sermão profético a fazer uma referência a destruição de Sodoma e Gomorra, que sabemos hoje através de pesquisas cientificas e históricas, ter ocorrido pela queda de um asteróide. Mais pode ser visto AQUI 

Entretanto Jesus deixa claro no sermão profético: “Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação” ou seja, o Rabi da Galiléia deixa claro que apesar das catástrofes desses eventos, eles prenunciam a tão esperada mudança da Era de expiação e provas para um Era de luz, um mundo de Regeneração, eventos que ocorrerão em 2036 e não em 2012 como alguns médiuns, que não estudaram com afinco as profecias do Mestre, andam propagando por aí. 

É dever de todo o cristão e de todo o espírita estudar os ensinamentos de Jesus e entre estes ensinamentos, estão as profecias do sermão profético e do Apocalipse, portanto amigos,cuidado com teorias sobre 2012 que estão sendo ensinadas por aí, pois essas teorias não encontram qualquer base nas sábias palavras do Mestre nazareno.

Sobre a profecia dos 70 periodos citada por Jesus no sermão profético: AQUI  

Jesus ensinando

E antes que apareça alguém dizendo que as profecias foram feitas para não serem cumpridas:

"Quando ouvirdes falar de guerras e de tumultos, não vos assusteis; porque é NECESSÁRIO que isso aconteça primeiro, mas não virá logo o fim." (Lucas 21:9)

No caso o fim da era de expiação e provas, não virá logo como alguns apressadinhos já adiantaram pra 2012....

"Se o Senhor não abreviasse aqueles dias, ninguém se salvaria; mas Ele os abreviou em atenção aos eleitos que escolheu. Ficai de sobreaviso. Eis que vos preveni de tudo". (Marcos 13:20, 23)

Jesus é claro ao informar que Deus ainda evitou que o karma da humanidade fosse completamente resgatado, pois caso assim fosse o planeta seria totalmente destruído. E Jesus ainda arremata: preveniu e pediu pra ficar de sobreaviso, tamanha a importância dos eventos futuros que ocorrerão, que já serão eventos abreviados pela ação divina segundo a descrição do próprio Jesus.

Pra complementar esse estudo, Jesus afirma no sermão profético que a volta do Filho do Homem será precedida por alguns sinais, mas um em especial ele destaca:

“Logo após estes dias de tribulação, o sol escurecerá, a lua não terá claridade, cairão do céu as estrelas e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Pois como o relâmpago, reluzindo numa extremidade do céu, brilha até a outra, assim será com o Filho do Homem no seu dia". (Mateus 24:29-30, Lucas 17:24)

Jesus alerta que o sinal da sua vinda será um relâmpago vindo de uma extremidade a outra do céu, uma visão muito semelhante a queda de um asteróide, causando intenso barulho e brilho no céu, sendo visto em todas as partes do mundo. Jesus confirma que esse sinal, esse relâmpago é a primitiva serpente (apep/Apophis), o opositor (demônio, satan) caindo dos céus, ou seja, o asteróide Apophis caindo em 2036:

"Jesus disse-lhes: Vi Satanás cair do céu como um raio." (Lucas 10:18)

Em Apocalipse capítulo 12, satanás é apresentado como sinônimo de primitiva serpente, ou seja, sinônimo de Apep, que representa o asteróide que virá na asa das abominações, o dragão vermelho que descerá cuspindo fogo dos céus.

Podemos concluir que Jesus, tanto no sermão profético como no Apocalipse deixou claro que o grande evento que irá trazer a mudança para uma nova era é a vinda do asteróide Apophis em 2036.

Antes de darmos ouvidos a canalizações ou mensagens mediúnicas proféticas sobre apocalipses, ascensões ou nova era, vejamos se elas estão em consonância com as palavras do Mestre Jesus, o maior dos profetas e o maior dos médiuns e que não falou ou indicou absolutamente nada sobre o inicio de uma nova era para final de 2012. 


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036 

   

17 comentários:

Foguetão disse...

Caro José, descobri seu blog há 3 dias e, desde então, passei a sofrer de 'insônia', pois há muito material interessantíssimo para estudo e reflexão. Parabéns pelo conhecimento e pela disposição em dividi-lo conosco!
Deixe-me apresentar uma pequena dúvida: segundo algumas pesquisas astronômicas, e como você mesmo citou no post "Apophis, sua ação no Exílio Planetário e as profecias bíblicas sobre sua vinda", o meteoro deveria passar por um 'keyhole' em 2029 para que, sob a ação do campo gravitacional da Terra, desviar sua rota para colidir aqui em 2036, correto? Haveria a hipótese de Apophis não passar por essa fenda? Li um livro sobre entrevistas de Chico Xavier (Não será em 2012), em que ele menciona a reunião da alta espiritualidade visando a definir os rumos da humanidade sob o aspecto evolutivo, que teria ocorrido em 1969, e na qual o Cristo teria obtido uma 'moratória' de 50 anos para o início dos eventos que dariam início ao processo de transição, ficando esses eventos condicionados à melhora moral obtida pela humanidade encarnada. Você entende possível alguma melhora nesse sentido, capaz de evitar a ocorrência de tais eventos?
Desculpe o 'aluguel', mas é que a transição planetária é um tema fundamental, ao meu ver.
Obrigado e grande abraço!

Eduardo Abbud disse...

Boa noite José! Gostaria, se possível, que comentasse estas passagens de "A Gênese":

"12. Quanto aos cometas, estamos hoje perfeitamente tranqüilizados
com relação à influência que exercem, mais salutar
do que nociva, por parecerem eles destinados a reabastecer
os mundos, se assim nos podemos exprimir,
trazendo-lhes os princípios vitais que eles armazenam em
sua corrida pelo espaço e com o se aproximarem dos sóis.
Assim, pois, seriam antes fontes de prosperidades, do que
mensageiros de desgraças.
A natureza fluídica, já bem comprovada (cap. VI, nos
28 e seguintes), que lhes é própria afasta todo receio de
choques violentos, porquanto, se um deles encontrasse a
Terra, esta o atravessaria, como se passasse através de um
nevoeiro."

Eduardo Abbud disse...

"A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-
se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito
uma geração. A atual desaparecerá gradualmente e a nova
lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança
alguma na ordem natural das coisas."

Anderson Borges disse...

Estou gostando muito do blog.

Curiosidade: se o Apophis teria por função remover os espíritos inferiores da Terra, como isso se daria sendo que ele pode entrar em rota de colisão e afundar na crosta?

Abraço e obrigado desde já.

José Alencastro disse...

Olá Anderson, essa dúvida, que é uma questão recorrente, está esclarecida no post "o fim do sol negro" e nos links que eu disponibilizo nesse texto, que esta no link abaixo: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2011/05/dragoes-e-magos-negros-parte-iv-o-fim.html

Abraço

José Alencastro disse...

Pois é Foguetão, vamos então falar sobre a questão de 2019:

No programa pinga fogo que o Chico participou nos anos 70, que foi transcrito em dois livros, denominados plantão de respostas I e II, Chico Xavier fala que segundo Emmanuel informou, a Terra será um mundo de regeneração pelos idos da década de 50 do terceiro milênio.

Esse livro existe inclusive em pdf e pode ser comprovada a informação, na página 14.

Ou seja, ou o amigo do Chico entendeu errado o que foi dito pelo médium mineiro ou então simplesmente ele transmitiu uma opinião pessoal do Chico e não a opinião mediúnica do Chico.

Quando o Chico participou do programa pinga fogo, ele estava inspirado por Emmanuel, já numa conversa trivial com um amigo em casa Chico falaria por ele próprio, uma opinião pessoal dele, já que não falava em nome de Emmanuel ou Andre Luiz todas as horas do dia.

É algo interessante meditar sobre isso, pois muitas pessoas acreditam que um médium, ainda mais um médium ostensivo como era o Chico, sempre falava inspirado mediunicamente pelos seus benfeitores, como se ele Chico não tivesse idéias próprias. Como qualquer ser humano, Chico tinha sua opiniões e entendimentos pessoais e que poderiam, em alguma ocasião, ser discordante daquilo que Emmanuel ou André Luiz transmitiam a ele.

O que temos de concreto e documentado mediunicamente através do Chico a respeito da época em que se iniciará, mesmo que ainda não completamente estabelecida, a Era de Regeneração ou de Luz é a data de 2057, citada no programa pinga fogo e documentada no livro plantão de respostas, inclusive muito próxima a data trazida pelo espírito Joana de Angelis através do médium Divaldo Franco em palestra realizada e filmada na Bahia, em que ele estipula essa data no ano de 2052.

Dessa forma, e considerando todas as informações trazidas por Jesus no sermão profético e no Apocalipse e as considerações acima não vejo qualquer possibilidade de mudança, moratória, postergação ou ainda adiantamento de qualquer data para o apocalipse ou o inicio de uma nova era, já está tudo plenamente programado: auge dos eventos em 2036 e processo de reconstrução até inicio/meados da década de 50 para que pelos idos de 2072 se estabeleça em definitivo a Era de Regeneração. Abraço

José Alencastro disse...

Essa é uma das minhas passagens prediletas Eduardo, pois é muito utilizada por alguns “doutores da lei” espíritas para argumentar que não teremos as grandes mudanças vaticinadas no Apocalipse. Mas ora, se o cidadão é espírita e tem como maior exemplo a seguir o Mestre Jesus, justamente por ser espírita, como que ele vai desacreditar os relatos que foram trazidos pelo próprio Messias?? Será que estes espíritas não sabem que no sermão profético, contido nos 4 evangelhos amplamente estudados pela Codificação, está justamente o relato de intensas mudanças de ordem natural?

Como espírita praticante e leitor das obras da doutrina desde os meus 7 anos de idade, além de profundo estudioso a quase 10 anos das escrituras, com maior enfoque no estudo das profecias, me vejo na obrigação de esclarecer essa questão, até hoje entendida de forma equivocada por muitos espíritas.

Pra começamos a entender a questão, é preciso compreender que a obra “A Gênese” possui uma diferença com relação as demais obras básicas do Espiritismo: em muitos dos seus textos existem teorias ainda hipotéticas, fruto da opinião pessoal do codificador e não da doutrina espírita, sendo que muitas dessas idéias foram esboçadas na Revista Espírita na época de Kardec. O nobre codificador esclarece isso logo na introdução da obra:

“Os mesmos escrúpulos havendo presidido à redação das nossas outras
obras, pudemos, com toda verdade, dizê-las: segundo o Espiritismo, porque estávamos certo da conformidade delas com o ensino geral dos Espíritos. O mesmo sucede com esta, que podemos, por motivos semelhantes, apresentar como complemento das que a precederam, com exceção, todavia, de algumas teorias ainda hipotéticas, que tivemos o cuidado de indicar como tais e que devem ser consideradas simples opiniões pessoais, enquanto não forem confirmadas ou contraditadas, a fim de que não pese sobre a doutrina a responsabilidade delas. (1)

Aliás, os leitores assíduos da Revue hão tido ensejo de notar, sem dúvida, em forma de esboços, a maioria das idéias desenvolvidas aqui nesta obra, conforme o fizemos, com relação às anteriores. A Revue, muita vez, representa para nós um terreno de ensaio, destinado a sondar a opinião dos homens e dos Espíritos sobre alguns princípios, antes de os admitir como partes constitutivas da doutrina.” (1) Nota da Editora: Ao leitor cabe, pois, durante a leitura desta obra, distinguir a parte apresentada como complementar da Doutrina, daquela que o próprio Autor considera hipotética e pessoalmente dele.

Portanto, pra início de análise, já partimos do pressuposto de que nem tudo que foi dito no livro “A Gênese” pertence a Doutrina Espírita, mas sim a algumas opiniões pessoais do nobre codificador como ele próprio esclareceu na introdução da obra.

Chegando ao capítulo 18 onde se encontra a famosa frase utilizada por muitos defensores de uma mudança de Era sem grandes eventos cataclísmicos, o próprio codificador esclarece ao final do item 10:

“Anunciando a época de renovação que se havia de abrir para a Humanidade e determinar o fim do velho mundo, a Jesus, pois, foi lícito dizer que ela se assinalaria por fenômenos extraordinários, tremores de terra, flagelos diversos, sinais no céu, que mais não são do que meteoros, sem abrogação das leis naturais.”

José Alencastro disse...

Ou seja, está claro e evidente que “A Gênese” acha lícita as profecias de Jesus, falando inclusive sobre meteoros (olha o Apophis aí gente). Então, como que nos mesmo capítulo, poucos itens depois, é dito que as mudanças serão sem cataclismos? Posso apenas supor, utilizando-me da razão, que a opinião do item 27 seja uma opinião pessoal de Kardec e não da doutrina, pois a Doutrina Espírita, como exposto no item 10, concorda com as predições de Jesus sobre cataclismos para a mudança de Era.

Mas vamos analisar as palavras do nobre codificador, que ao que parece são opiniões pessoais que ele manifestou na obra, pelo menos na segunda frase abaixo:

“A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração.”

Concordo com essa opinião, pois “aniquilar subitamente uma geração” seria destruir por inteiro toda a coletividade humana, ou reduzi-la a níveis ínfimos, algo que Jesus também deixou claro que não irá acontecer, segundo consta no sermão profético do evangelho de Mateus, capitulo 24, quando ele fala que metade da população mundial irá desencarnar no auge dos eventos, algo bem distante de uma aniquilação, pois ainda sobreviverão bilhões de pessoas encarnadas.


“A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas.”

A Gênese foi escrita antes de 1900, ou seja, a mais de 120 anos e a frase acima diz respeito a geração daquela época, sem que obviamente devesse haver qualquer mudança radical na ordem natural das coisas, até porque o auge do Apocalipse foi previsto por Jesus para bem depois daquela geração, ao citar a profecia dos 70 periodos de Daniel que se iniciou em 1967 e termina em 2036.

A frase está plenamente correta, pois não se refere a geração que vivenciará o auge do Apocalipse (em boa parte a atual) mas sim a geração que vivenciou a época de Kardec.

Inclusive um dos temas principais do capítulo 18, a revolução moral, é tratada por Kardec em um outro texto que publiquei a muito tempo no blog chamado de “A profecia de Kardec para 2036”: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2010/09/profecia-de-kardec-para-2036.html

Nesse texto Kardec diz que a incredulidade no Espiritismo será aniquilada em duas ou três gerações, considerando quando o texto foi escrito (questão 798 do Livro dos Espíritos), a época em que essa terceira geração findaria é exatamente em 2036.

Novamente fica o lembrete, a espíritas e espiritualistas: estudem com mais cuidado, com maior comparação e com relação aos temas proféticos nunca deixem de lembrar as sábias palavras do Rabi da Galiléia no sermão profético e no Apocalipse, nessas palavras está o cronograma de todas as mudanças até que se inicie uma Nova Era, após 2036, palavras que devem servir sempre de base comparativa em relação a mensagens de médiuns e canalizadores, sobretudo àqueles que defendem auge do Apocalipse ou início de uma nova era ao final de 2012.

José Alencastro disse...

Quanto a questão dos cometas: realmente eles não são o problema (como alguns até pouco tempo atras temiam o Elenin), o grande agente na verdade será um meteoro, denominado Apophis. A própria Gênese, como mostrei a pouco cita a ação de meteoros durante o auge dos eventos. Abraço

Eduardo Abbud disse...

Excelente esclarecimento José! Obrigado.

Alexandre T disse...

Caro José, vc escreveu que o Apophis é um meteoro e aí eu, que pensava ser o Apophis um asteróide, fiquei curioso para saber se é a mesma coisa. Li a respeito e fiquei sabendo que: "meteoro" é um "meteoróide" quando já na atmosfera terrestre; um "meteoróide" com 1km de diametro ou mais já é chamado "asteróide". Assim sendo, se o Apophis tem uns 300 metros de diametro, ele seria mesmo mais um "meteoro" - ou "meteoróide", pois ainda não entrou na atmosfera terrestre - do que um "asteróide". Engraçado, não? Eu gostava de chamar o Apophis por "asteróide"... Será então que é totalmente errado chamá-lo "asteróide"???

E, afinal, quem são mesmo os "eleitos", no sermão de Jesus???

Um abraço!

José Alencastro disse...

Ola Alexandre, meteoro, meteoroide ou asteroide, eu acho que sao diferencas minimas, nao chega a ser algo grave como confundir um asteroide com um cometa, ou um cometa com um planeta. Os eleitos sao os espiritos que ja conseguiram o passaporte para a nova era, a era de luz ou regeneracao, que se iniciara apos 2036, sao almas que ja provaram ser seguidoras da pratica do evangelho de amor e profeticamente, tanto no sermao profetico como na abertura do quinto selo do apocalipse, sao referidas como os martires do cristo, os cristaos que nos primeiros seculos durante a perseguicao romana resistiram bravamente, mediante torturas e mortes horriveis nas arenas, esses sao os eleitos citados por Jesus. Pra tornar se um eleito basta buscar seguir a lei de amor ao proximo, essa busca sincera convertida em atos que comprovem uma mudanca moral pra melhor, e que elegerao a pessoa pra nova era, apos 2036.

Bruno disse...

José, o que vc acha disso http://www.youtube.com/watch?v=SC5Nqw5FMAM

Algum Mago Negro fanfarrão?

José Alencastro disse...

Certamente, eu ainda fico impressionado como existem pessoas que se deixam levar tão facilmente por discursos que falam de amor e elevação mas que em sua essência pregam teorias vazias e se utilizam justamente de palavras doces para facilitar a aceitação de idéias estranhas. Mas enfim, cada um teu seu poder de escolha, inclusive para acreditar no monte de teorias furadas que foram apresentadas nesse video.

Luiz Eduardo GFilho disse...

Jose seu blog e otimo , gostei muito.
Só tem problema, vc posta pouco, queremos mais.

Um abraço rs

José Alencastro disse...

Pois é Luiz, em virtude da amplitude e profundidade de algumas informações que preciso passar eu evito de postar muito seguidamente, pois na verdade muitas informações estão nas entrelinhas dos textos e necessitam de estudo e reflexão, além de pesquisas a obras relacionadas para a plena assimilação, por esse motivo eu vou num ritmo mais cadenciado, tanto no blog como na fanpage, pra permitir que esse aprofundamento por parte dos leitores realmente interessados em buscar novas informações seja realizado. Abraço

Unknown disse...

é verdade José... Você posta muito pouco!
Me dediquei somente ao seu blog e já o li por completo :(
Muito agradecida pelos seus posts, juro, estou muito mais tranquila...Se eu não o tivesse encontrado eu estaria surtando agora... Eu estava totalmente crente que algo de muito grave aconteceria... Você foi o primeiro que vi a dizer: que não daria saltos, que não entrariamos numa nova dimensão do nada... Tem gente até dizendo o que devemos comer sabe? Relatando dores e visões... Enfim, cada um com o seu, mas no meu caso eu estava em pânico... Obrigada de verdade!

Um abraço e se não posto mais quero lhe desejar um excelente natal, e os melhores votos de um ano novo fantástico...Acredito que sempre é hora de desejar coisas boas, mas no final do ano isso é tão normal que parece simples... Mas é de coração!