24 de mai de 2012

Os Dragões e Magos Negros (Parte VI) - A Fuga do Dragão

Portal de energia magenta escarlate

Tive uma interessante experiência com desdobramento a poucos dias, mais precisamente entre a noite de segunda feira e as primeiras horas de terça feira (dia 22 de maio) que pode ajudar a compreender melhor um pouco da realidade do astral inferior no qual vivem os dragões e magos negros. Não dei muita importância, pois parecia mais uma entre tantas missões no astral que eu participei, mas depois de ler a matéria que li “por acaso” hoje, me lembrei que na noite do dia 22 a mesma notícia havia sido divulgada no JN. Então, a “ficha caiu”.


De madrugada, nas primeiras horas do dia 22, eu me vi desdobrado em um local com algumas torres de transmissão, ou ao menos parecia isso, estruturas de aço, brancas e vi na minha frente uma enorme estrutura, que pareceu uma espécie de gerador, onde dois anéis de aço e algo que parecia cimento, com eletricidade percorrendo cada um deles, levitavam sobre esse gerador. Ouvi então um barulho alto, um estrondo, como se tivesse ocorrido alguma explosão a milhares de kilometros abaixo daquele gerador, foi uma explosão abafada, como se algo tivesse explodido muito abaixo de onde eu me encontrava.

Depois desse barulho, uma voz ecoou dentro da minha mente, uma espécie de comunicação telepática de um dos guardiões que estava comandando a missão: você está em Cabo Canaveral. E eu, pensando comigo mesmo (e certamente o pensamento foi captado pelo guardião): - Mas o que eu vim fazer aqui? Ver o lançamento de foguetes?

Recebi novamente uma mensagem telepática da mesma entidade: - Em breve você vai compreender.

Fui teletransportado com dois guardiões pra um dos edifícios que ficavam próximos a área de lançamento, onde estavam as torres que eu tinha visto e aquela estrutura estranha (o gerador com os dois anéis gigantes). Aproximei-me de uma pequena sala, que tinha suas divisórias em vidro (ou algum outro material transparente) e notei que os dois guardiões estavam “ocultos” (propositalmente) pra realizar algo importante nos próximos segundos. Cheguei à sala e estava uma mulher (um espírito) loira, com cabelos cacheados, vestindo uma espécie de taileur vermelho e uns pequenos óculos, sentada atrás de uma mesa. Aproximei-me dela, intuído pelos guardiões que permaneciam invisíveis. A mulher então se levantou e falou que eu não podia estar ali, que aquela área era restrita. De repente, os dois guardiões se materializaram dentro da sala e quebraram uma entrada de vidro que levava a um corredor.  A mulher ficou sem ação diante da rapidez dos guardiões que fizeram tudo muito rapidamente, ela mal teve tempo de emitir qualquer alerta para os seus comparsas. Aí eu comecei a entender melhor o que eu estava fazendo ali....

kiumba feminina das trevas, dragões e magos negros

No corredor, o teto era branco e o chão uma espécie de mármore ou algo parecido na cor azul, num tom mais neutro nas paredes, um azul mais claro quase branco como o teto. Nesse corredor havia algumas portas e os guardiões escolheram uma delas, pra entrar (dessa vez não entraram quebrando nada...). Ao abrir a porta entramos em um pequeno quarto, os dois guardiões na frente e eu atrás observando.

No topo daquele pequeno quarto, que parecia um pequeno depósito ou algum local usado pra guardar alguma coisa que não pude perceber, havia uma luz laranja muito fraca (como uma lâmpada de 40 wats) e duas camas, numa delas havia uma pessoa coberta com um lençol laranja, em um tom mais claro do que o da luz da lâmpada e na outra cama havia um homem deitado, sem nada o cobrindo, aparentava uns 40 e poucos anos, pele branca, meio calvo. Comecei a perceber que a pessoa na outra cama, a que estava coberta com o lençol laranja começava a se mover, de forma lenta e algo estranhíssimo aconteceu: o corpo daquela pessoa começou a “borbulhar”, pois era possível ver pequenas bolhas surgindo por debaixo do lençol laranja.

Foi então que um dos guardiões começou a explicar pra mim o que afinal estava acontecendo: - Decidimos trazer você aqui pra presenciar e atuar de forma mais indireta nessa missão pois necessitávamos de alguém que relatasse aos encarnados o que aconteceu aqui hoje....na verdade, o que quase aconteceu. Descobrimos há algumas semanas um plano tramado por dragões e magos negros.....

Antes que o guardião continuasse com o relato, eu o interrompi de sopetão: - Mas como assim,  dragões e magos negros atuando juntos em uma missão? Pensei que eles fossem inimigos...

O guardião então continuou o relato: - Sim, continuam sendo inimigos, mas às vezes por conveniência de determinada situação e quando se aproxima um perigo muito grande, no caso, pra ambos (dragões e magos negros) uma trégua momentânea pode ocorrer e foi exatamente isso que aconteceu. Com a recente volta ao poder na Terra do mais poderoso mago negro encarnado (ele se referia a Putin) e com a oportunidade que surgiu no dia de hoje, quando um foguete será lançado de Cabo Canaveral daqui a alguns minutos, os dragões e magos negros resolveram executar um plano em conjunto, que beneficiasse a ambos.

Eu então perguntei ao guardião que plano, afinal, seria esse. O guardião então me explicou: - Existe outro mago negro muito poderoso encarnado, que também tem suas ações mapeadas pelo centro de inteligência dos guardiões, ele está atualmente encarnado no Iraque e é um líder político de uma ala extremamente radical. Esse mago negro é inimigo no astral de Putin, mas quando alguns interesses comuns existem entre adversários, até mesmo inimigos podem trabalhar em conjunto. Pois bem, interessa aos dragões potencializar um evento que em breve ocorrerá no Oriente Médio....

- Uma guerra, você quer dizer?

- Sim, uma guerra. O interesse dos dragões é que esse conflito chegue a proporções de uma guerra atômica, pois pra eles não interessa dominar o mundo (como é desejo dos magos negros), mas sim destruí-lo. Pra esse mago negro encarnado no Iraque interessa acelerar essa guerra, pois ele tem pretensões de conquistar o Irã e matar seu rival mais próximo, o presidente do antigo país dos persas. Já pro outro mago negro interessa aumentar a área de influencia do seu país sobre o Oriente Médio, notadamente mostrando força frente á China e Estado Unidos e nada melhor, pra ele, do que um conflito armado pra se aproximar do Oriente Médio como defensor perante a “ação inimiga americana e européia”

Novamente eu interrompi a explanação do guardião: - Mas eu não estou entendendo, o que isso tudo tem haver com um lançamento daqui a alguns minutos de um foguete em Cabo Canaveral?

- Aquele ser embaixo do lençol é um agênere, um DOS capturados até o dia de hoje pelos guardiões. A missão dele, especificamente, era entrar escondido no foguete que será lançado em alguns minutos e ser uma espécie de janela viva, um médium de um dos dragões, interessado em pesquisar algumas informações contidas em satélites construídos pelos humanos, mas não apenas isso, tentar conseguir alguma informação a respeito de como tem sido realizado o pré exílio para o satélite lunar e alguma informação, nos próximos meses, sobre o asteróide Apophis.

Novamente eu perguntei ao guardião: - Mas eu pensei que existisse um controle sobre quem entra e quem sai do planeta.

- Sim, existe. Entretanto, como o lançamento de hoje seria não tripulado, a idéia deles era de que o agênere permanecesse escondido dentro da cápsula, e com a enorme cota de ectoplasma no corpo do agênere, ele não seria impedido de sair do espaço físico terrestre, como aconteceria com um espírito em corpo astral ou até mesmo mental, algo que segundo nossas primeiras análises, seria possível. Esse foi um dos motivos que fizeram os guardiões impedirem o lançamento há poucos dias (dia 19) dessa cápsula, pois descobrimos na última hora um agênere infiltrado na cápsula.

Terra e lua luz azul

Não me contive: - Meu Deus, eu não sabia que eles conseguiriam chegar tão perto. Mas afinal o que é aquele gerador lá embaixo? É algum aparelho dos dragões??

- Não, aquele é um aparelho nosso, dos guardiões, ele teve dois propósitos: primeiro impedir a decolagem da cápsula. Em toda decolagem de foguetes ou cápsulas existe um aparelho desses previamente colocado, justamente pra impedir que “imprevistos” aconteçam. Foi esse aparelho que fez com que a pressão de um dos motores do foguete ficasse muito alta e cancelasse o lançamento há poucos dias atrás (dia 19) permitindo que capturássemos o agênere fujão. Hoje ocorreu uma nova tentativa, que também foi impedida.

Minha curiosidade não tinha limites, eu então perguntei novamente: - E aquele estrondo que eu ouvi quando cheguei aqui com outra equipe de guardiões?

- Mísseis, amigo.....magos negros utilizando tecnologia dos dragões tentando bombardear o gerador que você viu, tentando destruir os dois anéis e o gerador em si para que não conseguíssemos impedir a decolagem da cápsula caso outro agênere conseguisse passar desapercebido.

A conversa estava muito instigante e como eu teria de repassar aquelas informações depois aos encarnados, não resisti em perguntar:

- Mas eu não entendo uma coisa: se os guardiões já sabem, de antemão, que magos negros, dragões e agêneres podem executar planos desse tipo, não seria mais fácil já colocar alguns guardiões dentro da cápsula e assim garantir que nenhum malandro entrasse ali sorrateiramente?

O guardião deu uma sonora gargalhada e em seguida me explicou com a habitual paciência:

- Infelizmente muitos médiuns ainda acham que os guardiões são super homens, com sabres de luz, invencíveis, que em meia dúzia podem derrotar milhares de inimigos. Gostaríamos que fosse assim, mas as coisas funcionam um pouco diferente. Normalmente, fazemos isso mesmo: escalamos alguns guardiões que vão dentro do foguete ou cápsula, evitando surpresas desagradáveis, mas dessa vez fomos surpreendidos, por mais que isso pareça inverossímil pra alguns que nos julgam como super heróis, por uma resistência maior....

- Mas que resistência foi essa?

O guardião então completou: - Você já leu e sabe que existem homens encarnados muito poderosos no mundo, financeiramente e socialmente, que se reúnem em clubes ou sociedades extremamente privadas. Algumas pessoas confundem erroneamente essas sociedades com a Maçonaria, mas em verdade as sociedades ou clubes de pessoas muito poderosas são outras. As pessoas de um determinado grupo estão ligadas ao lançamento da cápsula de hoje, inclusive na escolha do nome: cápsula dragon. Hoje, para eles, seria o dia da fuga do dragão e o início do Armagedon, mas felizmente conseguimos impedir que o plano seguisse adiante. Essa sociedade ainda não é conhecida do grande público como outras que foram divulgadas recentemente, mas daqui a algum tempo suas atividades também virão a público, as iniciais dessa sociedade são L.S. Elementos dessa sociedade organizaram no astral e com pessoas no físico, uma resistência que tentasse dificultar o acesso dos guardiões a algumas instalações de Cabo Canaveral, bem como uma resistência ao redor do foguete. Não foi fácil encontrar os agêneres nas redondezas e muito difícil o confronto que tivemos de realizar com milícias que tentaram a todo custo impedir a captura do agênere dentro da cápsula.

Agradeci com um gesto as amplas informações e então fui chamado por outro guardião, pois já era hora de retornar ao corpo físico com as informações gravadas no cérebro perispiritual e que deveriam ser plenamente assimiladas e arquivadas pelo cérebro físico e assim transmitidas, como faço agora, ao público.

Aos interessados em saber mais sobre o lançamento desse foguete, eis duas matérias:

Lançamento de cápsula é abortado: AQUI

Lançamento da cápsula Dragon: AQUI


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:  http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036 

23 comentários:

R.L.G.M. disse...

Meu amigo José,fico preocupado.
Achei que,entre 2012 até 2036 nada extraordinário aconteceria.
Mas pelo visto,muitas coisas ocultas,algumas boas e outras ruins,virão a tona.
José,isto é motivo para ficarmos preocupados?

José Alencastro disse...

Acredito que a preocupação que cada um de nós deve ter é buscar a autoanálise, de forma sincera, daquilo que podemos melhorar moralmente como seres humanos, buscar autoconhecimento e reformar atitudes, para assim aproveitarmos a derradeira oportunidade antes do exílio planetário. Muitas coisas ocultas virão a tona, sobretudo dentro de nós mesmos, pois a "faxina" não é apenas global, em escala macro, mas também individual em escala micro (em cada energia que compõe o espírito de cada um). Durante a faxina tudo parece meio caótico, fora do lugar, mais bagunçado do que antes da faxina, mas no final tudo fica limpo e os trabalhadores mais fortalecidos.

MGP disse...

Caro Alencastro, bom dia.

Muito interressante o seu relato, mas eu tenho uma dúvida com relação ao processo, pois sempre convivi com médiuns em casa, mas eu particularmente não tenho nenhum "dom" ou capacidade. No caso descrito, você somente se lembrou do ocorrido em desdobramento após ver a notícia? Funcionou como um gatilho? Poderia explicar este processo?

Gostaria de fazer outro não sobre o post mas sobre o blog em si. Estava eu a ler o livro os Dragões de Maria Modesto Cravo, psicografado pelo Wanderley Oliveira. No capítulo 10 me deparei com uma afirmação de Dr. Bezerra de Menezes que corrobora o contexto do seu blog, sobre os acontecimentos de 2036. Veja o trecho, retirado bem do início do capítulo 10, narrando acontecimentos que precederam a II Grande Guerra: ""Quem vivia os sossegados dias da década de 30 no plano físico não podia imaginar a agitação em que já se encontrava a humanidade desencarnada àquele tempo. [...] Clarisse reuniu-nos em uma sala para o preparo, doutor Bezerra permanecia em estado de profundo transe, com os olhos fechados, a dizer:
— "Amigos, peçamos a Jesus, nosso Tutor, que inspire as iniciativas desta madrugada. [...] Estamos no instante exato em que será deflagrado o clímax da transição planetária nos próximos cem anos."" Ou seja, Dr. Bezerra de Menezes afirmou em meados da década de 30 do século XX que o clímax da transição seria alcançado em 100 anos.

Parabéns pelo blog e pela objetividade e clareza com que você trata os assuntos.
Um abraço,
Marcelo - SP

José Alencastro disse...

Olá Marcelo, pergunta interessante que você fez. O desdobramento ocorre todas as noites quando dormimos normalmente ele é inconsciente, mas em alguns casos é consciente, é quando ocorre a projeção ou viagem astral. Nesse caso, o desdobramento consciente, o espírito está agindo no astral naquele momento no astral e todos os acontecimentos que estão sendo percebidos naquele exato momento pelo cérebro perispiritual estão sendo automaticamente irradiados e gravados no cérebro físico, ou seja, naquelas horas da madrugada em que eu estava agindo no astral é como se eu estivesse acordado, só que no astral, pois tudo que realizei naquele período ficou gravado no meu cérebro físico. É como, por exemplo, uma pessoa que controla um avião de brinquedo com uma câmera: a pessoa, o cérebro físico está no homem que esta no chão controlando o brinquedo, já o avião é o corpo astral enquanto que a câmera é a visão do espírito através do cérebro perispiritual, que transmite em tempo real as imagens ao homem que esta no chão (cérebro físico). O homem assim como o corpo físico e o cérebro espiritual ficam paradinhos apenas focados na câmera, no movimento do avião, percebendo uma realidade diferente ( o céu). É algo que ocorre, portanto em tempo real, logo que eu acordei após vivenciar estas experiências eu tinha elas gravadas na minha memória, como se eu tivesse ficado a noite inteira na cama controlando um avião de brinquedo que voou pelo astral captando imagens as quais eu estava focado. A questão é que nessa trajetória certos detalhes passam despercebidos, como o homem focado em controlar o avião voando pelo céu e recebe algumas informações, comunicações ao longo desse caminho, nem tudo fica plenamente compreendido, é a mesma coisa que ocorre após uma longa conversa, precisamos puxar pela memória alguns detalhes do que foi dito pra entender o contexto de todas as informações e o que foi exposto e justamente ver essa matéria “por coincidência” foi um gatilho pra refletir mais detalhadamente sobre a experiência, pois quando voltei ao corpo físico e acordei e durante o dia não dei muita importância ao fenômeno, pois tinha me parecido que foi uma missão trivial e nada de grande importância.

Interessante essa passagem do livro da Maria Modesto, já existe a algum tempo algumas vertentes e estudos espiritualistas apontando o auge dos eventos realmente pra década de 30, como por exemplo o Feraudy (2035) e a Rosa Cruz (2034). Apesar de ter certas reservas quanto a esse livro, pela definição errônea que ele faz sobre os dragões os comparando aos exilados de Capela, sem dúvida a informação trazida sobre a época da transição tem seu valor, pois se coaduna não apenas ao que vem sendo exposto aqui como também por outras fontes espiritualistas respeitadas.

Abraço

NK disse...

José,

Os seus textos sobre desdobramentos são sempre muito interessantes!
A minha dúvida é: o agênere é visível no mundo físico?
abraços

Alexandre T disse...

José, cada vez que nos conta essas suas experiências de desdobramento eu lembro de Matrix, é meio semelhante, sendo que Matrix era fantasia, ao contrário do que nos relata, que é real! É impressionante! Seria bom se fizessem um filme... existe algum filme sobre essa realidade do "além"?

Agora, se os Magos sabem que o que interessa aos dragões é a destruição da Terra, porque se aliam a eles, sabendo que podem acabar ajudando a destruir a Terra, quando eles, os Magos, querem dominá-la e não destruí-la?

E se tudo já está certo, programado, uma grande mudança (não a destruição da Terra)só ocorrerá em 2036, esses magos e dragões não sabem disso? Ou sabem mas não acreditam, e insistem em tentar mudar o destino da Terra, acreditando que podem conseguir tal façanha? Esses dragões estão perdendo tempo ao tentar uma guerra no Oriente que leve a uma guerra mundial e a destruição da Terra, não? Nada poderá acontecer diferente do que já está "programado", com clímax só em 2036, certo?

E se esse "pessoal" sabe que vc está fazendo esse trabalho de alerta, além de ajudar os guardiões no astral, nos desdobramentos conscientes, porque magos e dragões e as milícias não lhe "atacam"? Você seria "peixe pequeno", é isso? Ou vc tem alguma proteção?

José Alencastro disse...

NK, sim, o agênere capturado era visível no mundo físico. Pra mais informações, amplas sobre o assunto, tem o "A Marca da Besta" do Róbson Pinheiro. O agênere tem um corpo de ectoplasma com algumas característica biológicas, que utilizam técnicas desenvolvidas pelos dragões, que permitem uma materialização temporária, como um corpo astral que se materializa momentaneamente só que com maior realismo, apesar das limitaçoes,como uma fala mais limitada e menos articulada. Tanto o agênere embaixo do pano laranja, como o homem calvo de 40 anos e a mulher loira estavam ali em espirito e corpo astral e não físico, pelo que me foi informado aquele agenere ali preso se utilizou temporariamente do corpo vital (duplo etérico) daquele homem calvo, cujo corpo físico estava localizado em outro local que não me foi informado.

José Alencastro disse...

Alexandre eu acredito que os filmes da trilogia Matrix são bons exemplos dessa realidade do além, basta considerarmos que no filme a Matrix, o mundo das ilusões seja o mundo físico enquanto que o mundo verdadeiro, onde esta Zion, é o astral. Quando os agentes ou os personagens do filme entram na Matrix é a mesma coisa que os espíritos do astral adentrando o astral intermediário, que está na contrapartida da dimensão física, tanto que os agentes “incorporam” em qualquer pessoa da Matrix , enfim existem muitas analogias interessantes que servem como comparação.

Magos negros e dragões se aliaram porque sabem que o tempo está chegando ao fim pra eles aqui na Terra, ambos não tem muito a perder pois já estão invariavelmente com o passaporte pro exílio carimbado e recarimbado. No fundo os magos negros sabem que não haverá destruição completa do planeta, até porque já possuem algum conhecimento dos eventos cataclísmicos que ocorrerão na década de 30, com seu auge em 2036, então como já sabem que não resta muito tempo, aproveitam pra extravazar o máximo possível das suas paixões e desejos mundanos, enquanto os dragões tentam uma cartada final, do tipo “sei que vou cair, mas antes vou fazer um estrago dos grandes”.

O que estes seres pretendem é tentar jogar gasolina onde tiver fogo. Muitas mudanças amplas estão previstas no mundo pros próximos anos, não apenas a nível de natureza ou eventos naturais, mas, sobretudo no campo econômico e religioso, assuntos que abordarei num texto futuro sobre a transição planetária. O confronto entre islâmicos e europeus, assim como de islâmicos e israelenses ocorrerá, isso é profecia não apenas bíblica, como de várias outras fontes confiáveis, a questão é que o auge desses eventos está programada pra determinado contexto, determinada época, o que não impede dragões e magos negros de tentar adiantar e agravar o processo, atrapalhando o desenrolar do plano de mudanças traçado pelas Altas esferas espirituais para esse ciclo terrestre dos próximos 24 anos.

Tanto dragões como magos negros se preocupam com questões maiores, de âmbito governamental, mundial, continental e nacional. Claro que sempre existe a interferência volta e meia, tanto de asseclas de magos negros como de pessoas desavisadas que se deixam levar por sentimentos menores e servem de instrumento a essas forças, mas isso aí são questões que com o tempo a gente aprende a detectar com mais rapidez. A medida que meu trabalho de divulgação vai crescendo a proteção e observação dos espíritos amigos também aumenta, a fim de evitar transtornos maiores no decorrer do trabalho. Acredito que quando a gente busca (sobretudo o médium) vigiar a si mesmo e agir com correção naquilo que faz, com sinceridade e sem ilusões com o próprio comportamento, mais auxilio a alta espiritualidade concede.

ademir eder da s.c disse...

boa noite josé eu sempre leio seu
blog e fico muito contente de existir pessoas com interece em si melhorar e passar informaçaoes aos outros enfin eu tenho varias experiencias no astral e acho que ta na hora de contar tais experiencias.bom obrigado pelo espaço e se quiser ouvir oque tenho a dizer ade500.eder@gmail.com
obrigado

José Alencastro disse...

Olá Ademir, seja sempre vindo e fique a vontade pra postar aqui nos comentários suas experiências, alias não somente aqui como tambem em outros textos que falam de projeção astral, acredito que será muito bacana. Além disso, descobri esses dias uma rede social voltada para o debate de experiencias com desdobramento, basta fazer um cadastro para postar, é bem interessante: http://www.telepatas.ning.com/

Abraço

José Luiz Pereira disse...

José, parabéns pelas informações e convite para reflexões! No livro “A Batalha Final” ditado pelo espírito José Lázaro e psicografado pelo médium Agnaldo Paviani, muitas informações sobre os magos negros e os guardiões vêm de encontro aos seus relatos. Gostaria de saber se vc já tem alguma opinião sobre esse livro.

José Alencastro disse...

Eu não li esse livro José Luiz, portanto não tenho como fazer qualquer espécie de juízo a respeito do livro.

Felipe Azevedo disse...

José, eu venho acompanhando seu blog a um tempo. Eu me interessei muito pelo tema Dragões, conheci depois de ler a trilogia do Robsom.
Eu achei interessante que realmente estas coisas acontecem e na realidade, aqui no material, nada se suspeita.
Eu achei interessante a parte "Essa sociedade ainda não é conhecida do grande público como outras que foram divulgadas recentemente, mas daqui a algum tempo suas atividades também virão a público, as iniciais dessa sociedade são L.S.".
Todos falam das familias Rockfeller e Rothschild, mas a mensão dessa nova empresa é algo novo.. e pode até fazer sentido, para tirar um pouco a atenção ja que estas familias estao muito no foco.
Eu fiz uma pesquisa rápida sobre a empresa do foguete e é a SpaceX. Até ai nada demais. Mas se você procura L.S. Spacex, aparece um teaser de um perfil LoneSignal..LS, quem sabe.
Indo no site da LoneSignal temos um site bem curioso.
Veja..
http://www.lonesignal.com/

Você recebeu mais alguma informação sobre isso?

Outra pergunta, Atlantida, gostaria de saber o que você tem a dizer.

José Alencastro disse...

Pesquisa interessante Felipe, confesso que não tinha procurado pesquisar isso a um ano atrás, realmente é bem curioso que essas iniciais apareçam ligadas, de forma velada, ao projeto da empresa que lançou a cápsula, alias a utilização de iniciais é bem comum como forma de identificação em alguns grupos mais restritos.

Tem um post dessa série "Dragões e Magos negros", se não me engano a quarta parte, intitulada "A Queda da Atlântida" que aborda algumas questões. Após o lançamento do livro sobre as profecias e espiritualidade próximo ao meio do ano, eu pretendo iniciar uma série de 4 livros sobre a Atlântida, contando inclusive alguns fatos sobre o afundamento final a quase 12 mil anos. Tem tambem dois outros textos aqui no blog intitulados "Atlantida e as Eras Astrologicas", bem interessante tambem ao abordar algumas questões sobre afundamentos anteriores e ainda um outro post, intitulado "Atlântida em 5 livros", com indicação de livros interessantes sobre o tema.

Isilda Nunes disse...

Olá José, sou portuguesa, astróloga e tenho tido ao longo da vida experiências de foro mediúnico (editei agora um livro de psicografias de Fernando Pessoa). Tenho também feito desdobramentos, durante os quais frequentei escolas no astral e noutros contextos encontrei algumas personalidades conhecidas que já morreram como Yeats e Darwin. Eu vou entendendo o que se tem passado comigo, mas existe algo que ainda não desvendei e gostaria de saber a sua opinião. A partir de 1996 comecei a ouvir uma voz que sempre me disse verdades, como o nome duma substância química que necessitava para acabar uma encomenda, a indicação duma investigação paralela à Polícia judiciária para inocentar uma pessoa, etc. Esta voz não é feminina nem masculina, mas perceptível e tem bastante humor. Uma vez ouvi a voz dizer-me " a maldição das Plêiades". Nessa altura não sabia o que era isso, mas fui investigar na Enciclopédia, onde verifiquei que era um grupo de estrelas. Uns anos antes, numa viagem astral alguns extraterrestres perseguiram-me (eu identificava-os pela aura verde, porque eles tinham aspeto humano)e apanharam-me, injetando-me algo na nuca. Quando acordei estava paralisada, permanecendo nesse estado uma semana. Nessa altura ainda não entendia nada de espiritualidade, mas achei estranho. Mais tarde ouvi falar de chips e interroguei-me sobre isso. Também li algures que quem vem das Plêiades faz viagens astrais conscientes e eu faço-as. Outra curiosidade é que o meu Nodo sul(em astrologia representa de onde viemos) faz conjunção com as Plêiades. Sempre que algum planeta ativa este ponto tenho experiências relacionadas com os Açores, que segundo tenho constatado faz parte da Atlântida e os atlantes seriam Pleidianos. No início tinha medo de viajar para lá, mas depois de o ter feito essa terra foi-me muito familiar. Será que me pode explicar estas coincidências? Bem haja Isilda Nunes

José Alencastro disse...

A mediunidade nada mais é do que a capacidade, em algum nivel ou grau, de interagir com a realidade espiritual, seja por projeção, videncia, psicofonia entre outras.

Acredito, Isilda, que antes de mais nada seria interessante que vc lesse o Livro dos Mediuns de Kardec, é a pedra fundamental para aprender a lidar com a mediunidade, sobretudo pelo aspecto cientifico e racional, favorecendo o aprendizado de como se defender de certas situações, mas tambem de filtrar certos conhecimentos, pois é preciso distinguir uma mensagem de um bom espirito ou de um espirito com más intensões.

Outra obra muito bacana que fala a respeito do exilio de Capela é "A Caminho da Luz" de Chico Xavier. Ambos os livros voce encontra no 4shared em pdf.

Buscando essas ferramentas eu acredito que muitas coisas ficarão mais claras pra vc, assim como muitos dos medos irão desaparecer.

Abraço

Katiane Queiroz disse...

ola José gostaria de perguntar sobre a resposta que você deu ao Marcelo, você disse que isso é consciente e inconsciente então como fazemos para ser consciente ou inconsciente? nos podemos mudar isso ou fazer algo sobre? como você faz para ter o consciente?

Minha prima também tem essas experiências e o que você diz vai ajudar ela a entender mais sobre Obrigada :)
e Parabéns pelo blog ele tem um ótimo conteúdo :)

Katiane Queiroz disse...

Ola José gostaria de perguntar sobre a resposta que você deu ao Marcelo você disse que isso consciente e inconsciente, tem alguma forma de mudar isso de inconsciente pra consciente? ou o contrario? isso corre do nada ou tem um motivo? (algo que você faça ou estude)
Minha Prima tem isso ha muito tempo desde de pequena e gostaria de saber se tem um por que? é algo que ela fez para que isso ocorresse? o que você já contou vai ajudar muito ela entender um pouco essa coisa que ocorre com ela, quero estudar sobre isso para ajudar ela tem um bom livro para indicar sobre o assunto?
E Parabéns pelo Blog

Viviane Genuino disse...

Oi tudo bem?

Não sou ninguém importante, mais alguem que derrepente, pegou o celular e mesmo com a cabeça que parece quere explodi começou a pesquisar algo que nem sabia o que iria pesquisar. Chequei até vc. E agora?

dyan pierre disse...

Agora é com você. Descubra a sua verdade.

Piettro Decarlo disse...

José, o que aconteceria se o agênere tivesse obtido êxito em sua viagem para fora da órbita planetária ? O que suscederia ?

Boa tarde e congratulações pelo seu excelente trabalho.

Igor Ravacht disse...

José, o que você diria sobre os Illuminattis e seus planos, como a Nova Ordem Mundial em relação ao exílio planetário? Eles irão ter sucesso no plano deles?

José Alencastro disse...

Olá Igor, falei sobre isso no recente livro "Armagedoom 2036"