5 de set de 2010

A restauração em 1967 e o ápice em 2036

Muitos intérpretes da profecia das 70 semanas situam o ano da restauração de Israel em 1948, quando Israel se tornou um Estado. Entretanto, a profecia de Daniel descrita no capítulo 9 do livro de Daniel fala da restauração de Jerusalém e não da restauração de Israel.

A restauração da Grande Israel(antiga Canaã) e de toda Jerusalém, mais próxima ao seu tamanho original dos povos do Velho Testamento só ocorreu em 1967 com os territórios obtidos na guerra dos seis dias como veremos no mapa abaixo:



Em Azul escuro vemos os territórios que foram ocupados em 1967: península do Sinai, Faixa de Gaza, Colinas de Golã, Cisjordânia. Em 1983 Israel devolveu o Sinai aos egípcios e derrubou os assentamentos que lá existiam, porem na mesma época invadiu o Líbano e somente em 2000, após acachapante derrota para o Hezbollah é que retiraram em definitivo suas tropas do território libanês. No entanto, nos demais territórios, mesmo com a resolução 242 da ONU para que os demais territórios ocupados sejam devolvidos, isso não ocorreu até hoje, pois Israel exige que os demais paises árabes alem do Egito reconheçam o Estado Israelense.

Nesses territórios ocupados Israel não somente estabeleceu suas tropas como também os judeus mais nacionalistas nos assentamentos, pois são locais de maioria árabe, o que resulta em constantes tensões

O conflito cultural também perdura: somente nos últimos anos os livros escolares israelenses reconhecem que as áreas ocupadas não são território israelense

Em virtude de todos esses pormenores eu acredito que seja equivocado colocar o ano de 1948 como o ano da restauração de Jerusalém, pois essa restauração só ocorreu mesmo em 1967, visto que a Cisjordânia ficava no que era conhecido como "Terra de Canaã" e além disso foi no deserto da península do Sinai que o povo judeu ganhou unidade nas décadas de fuga do Exodo pelo deserto, onde no monte Horebe (Sinai), Moisés recebeu os dez mandamentos. Em 1948 a cidade velha de Jerusalém, também conhecida como Jerusalém Oriental não estava sob o domínio dos judeus, domínio esse que só ocorreu a partir de 1967 e está mantido até os dias de hoje. Sendo assim, a restauração da Jerusalém original, dos tempos de Canaã, não ocorreu em 1948, mas tão somente em 1967 

Esse entendimento coloca a profecia dos 70 períodos de Daniel se iniciando em 1967, ocorrendo a devastação na metade do ultimo período, ou seja, em 2036, ano que se encerram os 70 períodos, já que o primeiro período é contado a partir de 1967.

Sendo assim a profecia de Daniel, que abordaremos mais tarde, também relata que o DEVASTADOR (sinônimo de destruidor) virá do céu (asas da abominação).

O asteróide Apophis, que vem em 2036, significa exatamente DESTRUIDOR.


Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: 
http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036

Nenhum comentário: