13 de set de 2010

2012, Cinturão de Fótons, Nova Era e Apophis (parte II)


A chave para compreender como se dará o processo conhecido como exílio planetário, onde 2/3 dos espíritos que vivem no planeta Terra, entre encarnados e desencarnados, serão exilados em um outro orbe, fora do nosso sistema solar, semelhante a Terra de 200 mil anos atrás , está justamente no entendimento do portal que será aberto em Alcyone.

Antes de continuar lendo esse texto, é necessário ler a primeira parte que está : AQUI

Como já exposto, será aberto o portal dimensional em Alcyone A, a gigante estrela azul, que possibilitará levar o grande número de espíritos que serão exilados da Terra. E como eles seriam levados? Seriam levados pelos “trilhos” ou “rastro” da corrente negativa, que vai ligar o asteróide Apophis até Alcyone A .

Ambos, o Apophis e Alcyone A estão no plano físico, mas o que verdadeiramente importa é o que esta no astral, pois os futuros exilados serão levados estando no plano astral e não no plano físico.

Na contrapartida astral de Alcyone A o portal estará aberto a partir de 2012, irradiando sua energia pela aura do cinturão de fótons através das duas correntes. Na corrente negativa essa energia emanada pelo portal estará ligada a egrégora de pensamentos negativos, de baixa vibração dos futuros exilados e que saturam a aura psíquica do planeta Terra.

Essa egrégora, que está no plano astral será potencializada pelo magnetismo que virá do portal (localizado na contrapartida astral de Alcyone A) e será gradativamente “imantada” ao asteróide Apophis, fazendo assim com que essa grande carga de resíduos psíquicos de baixa vibração deixem a atmosfera astral do planeta Terra.

Ou seja, na contrapartida astral do Apophis teremos uma aura magnética gigantesca envolvendo o asteróide que será alimentada com cada vez mais força nos períodos que o asteróide passar pela Terra, períodos esses que a principio são 2013, 2029 e 2036 para que depois ele se afaste em definitivo do nosso sistema solar .

Sabemos que os planetas são sustentados, vitalizados e mantém a sua estrutura atômica compactada pela atividade vigorosa das mentes dos Cristos Planetários e Solares, que também mantém ativos os demais planos que envolvem as auras planetárias, isso é relatado amplamente no livro “Mensagens do Astral” de Ramatís.

Durante esse processo do exílio planetário o Cristo planetário manterá temporariamente uma estrutura artificial em volta do Apophis, para que em 2036 ele se torne temporariamente um planeta artificial, ou seja, o imenso magnetismo que está na contrapartida astral do asteróide, irá se somar a egrégora composta pelas formas pensamento dos futuros exilados, criando uma energia tão grande na contrapartida astral do diminuto asteróide que ele poderá momentaneamente, durante algumas horas, materializar-se como se fosse realmente um planeta físico passando pela Terra.

Observem que isso só poderia acontecer no ápice do processo, quando o asteróide a sua contrapartida astral estivesse muito próximo da aura do planeta Terra, exatamente onde está localizado o centro consciencial do Cristo, para que então momentaneamente o Cristo planetário realizasse esse fenômeno, com o intuito específico de dar um tranco no planeta, potencializando a verticalização do eixo planetário atualmente inclinado em 23 graus e realizando os fenômenos previstos pelos profetas de varias gerações.

Essa estrutura astral imensa levaria tanto em 2013 como em 2029 um grande contingente de exilados (vale a pena ler a trilogia do André Luiz Ruiz que fala das estações da Terra em direção ao satélite lunar onde vários futuros exilados já esperam o degredo) e para que em 2036 ocorresse o grande fenômeno, a queda do asteróide após a passagem de um astro imenso com sua massa temporariamente materializada na nossa dimensão física. 

Os espíritos desencarnados que serão exilados ficariam então imantados a aura energética do asteróide e levados pelos “trilhos” da corrente negativa até Alcyone A para que adentrassem então o portal lá existente e fossem levados para o mundo exílio, localizado fora do nosso sistema solar, um mundo semelhante a Terra de 200 mil anos atrás e com vida materializada semelhante a Terra.



Qual seria a magnitude desse evento? Segundo a Bíblia, em Zacarias 13:8 temos a informação de que 2/3 dos espíritos desencarnados e encarnados do planeta serão exilados e temos também a informação , dada pelo próprio Jesus no capitulo 24 do livro de Mateus que metade dos encarnados irá desencarnar no ápice desses eventos.

Mas fica uma questão: se esses espíritos exilados serão levados pelos “trilhos” e não pelo próprio asteróide até Alcyone A, então pra que o asteróide? Só para verticalizar o eixo do planeta?

Creio que não apenas verticalizar o eixo do planeta, como também retirar o corpo astral dos exilados (a segunda morte), para que eles, somente em corpo mental sejam “sugados” pelo “trilho” de energia. Os exilados não poderão ir pra outro sistema solar levando seus corpos astrais que possuem elementos terrestres. Esses elementos serão, após o processo do exílio planetário, devolvidos a esfera terrestre e regenerados pela ação da corrente positiva. Enquanto isso, os exilados terão um novo molde astral formado, assim que adentrarem na aura de atuação do Mundo exílio, onde recomeçarão seu ciclo reencarnatório.

7 comentários:

Thiago El-Chami disse...

Caro autor,

Parabéns pelo blog. A seriedade e apuro no trato das informações, o controle das hióteses e as boas inferências merecem reconhecimento.

Bom, vamos ao diálogo. Gostaria que nos informasses boas fontes a respeito do famigerado cinturão de fótons. Soube do mesmo a partir de uma alocução do grande Divaldo. Porém, o mesmo se baseou em dados errôneos - fontes espúrias, que atribuíam a descoberta a três astrônomos, sendo o deles o velho Halley, que nada soube de átomos ou de fótons... Caso possuas informações astronômicas e mediúnicas sobre os mesmos, indique-nos, por favor.

Disserte mais também, e cite mais, a respeito dos tais portais dimensionais - exemplos, teoria e coisa e tal. Eis outro assunto que acende o meu sinal amarelo.

Desde já agradeço a interlocução. Abraços, e sucesso.

José Alencastro disse...

Olá Thiago, sua pergunta foi tão interessante que eu a responderei em um post na segunda feira (19/03)aqui no blog, explicando essa questão dos portais dimensionais e sobretudo a questão do cinturão de fótons, que infelizmente vem sendo usada pra embasar teorias furadas como apocalipse maia em 2012 ou inicio de Era de Luz em dezembro de 2012. Obrigado pela audiencia.

OCULTISMO disse...

Um momento. Como é que fica os Anunnákis, e Nibiru que orbita uma estrela escura e periodicamente passa no nosso sistema solar?

José Alencastro disse...

Sobre a questão de um suposto orbe adentrando o sistema solar tem uma série de posts aqui no blog exatamente a partir desse post aqui: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2012/03/comentarios-palestra-parte-i-de-v.html

Quanto aos "anunakis", que me perdoe o senhor Zecharia Sitchin, mas a história antiga da humanidade é muito mais ampla e complexa do que ele expos, existem mapas na Teosofia que ja mostravam o territorio da Atlantida a mais de 800 mil anos, alem de relatos espiritualistas que falam em exilios planetarios pra Terra a aproximadamente 1 milhão de anos. A questao é um pouco mais ampla do que E.ts vindo tirar ouro da Terra, tem alguns textos no blog sobre esse tema na tag "dragões" e "Erg"

Bruno disse...

Olá, primeiramente parabéns pelo blog, sou católico e gosto de pesquisar sobre opiniões diferentes sobre os temas de fim do mundo, história antiga e coisas afins, mas ai vai a pergunta, você diz que 2/3 das almas encarnadas/desencarnadas vão para o exilio planetário, mas o que irá acontecer com o terço restante? obrigado desde já, Bruno.

José Alencastro disse...

Então Bruno, a Biblia nos fornece duas preciosas informaçoes: no VT, em Zacarias 13:8 é informado que 2 terços serão exterminados da Terra, ou seja, literalmente sumirão daqui, mas esse número diz respeito ao numero de espiritos totais do orbe, algo entorno de 21 bilhoes (14 desencarnados, 7 encarnados) ou seja, desse numero, 14 bilhoes serao exilados (2 terços). já no sermao profetico, Jesus fala que metade dos encarnados nao sobreviverao ao auge desses eventos, ou seja, aproximadamente 4 bilhoes de 8 bilhoes de espiritos encarnados.Sendo assim, teremos aproximadamente 4 bilhoes de encarnados sobreviventes apos o auge da tribulaçao e algo entorno de 3 bilhoes desencarnados. Os sobreviventes serao responsaveis pela reconstruçao das zonas planetarias afetadas pelos eventos do auge do Apocalipse, processo que deve levar entorno de 10 a 15 anos. Obrigado pela presença :)

Diferente por natureza disse...

Ola Jose, tudo bem?

Minha indagacao eh, aonde entram as 13 familias nesses acontecimentos? Uma vez que eles tambem possuem agendas e que por coincidencia desejam eliminar boa parte da populacao mundial para dar continuidade a escravidao atual soh que de maneira mais intensa?
Acredito eu que eles possuem conhecimento do que ira acontecer em 2036 e muito mais, uma vez que estao envolvidos com as racas dominantes aqui do planeta Terra. Faz alguns poucos dias que tenho lido seus materiais e achei muito rico em informacoes e transparencia. Ja separei nos favoritos tudo relacionado a projecao astral pois tambem decidi me tornar um aspirante da pratica. Caso possua algum artigo relacionado a minha indagacao ficaria muito feliz de ganhar um direcionamento.

No mais agradeco a dedicacao em desatar alguns nos de nossas linhas de raciocinio. Fraternos abracos. (desculpe a ortografia, teclado estrangeiro.)